Vigiar e Punir

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (399 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de março de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
O livro Vigiar e Punir de Michel Foucault mostra-nos uma visão do poder disciplinador, como uma maneira avançada do poder contemporâneo das sociedades no qual seria o poder das leis. Mostra-nos comoeram realizados as faces dos processos, seus julgamentos e aplicação das penas.
No início do livro, o autor expõe um contraste entre duas formas de punição, o suplício público que erapraticado no século XVIII e a programação diária prevista para internos de uma prisão do início do século XIX. O papel do suplício era principalmente refletir a violência do delito cometido sobre o corpodo condenado, fazendo com que servisse de exemplo para a população não cometer o mesmo delito, e também como um ato e vingança do soberano que indireta ou diretamente era lesado pelo crime, já que alei era considerada como se fosse uma extensão do corpo do soberano. A partir da segunda metade século XVIII e inicio do século XIX da inicio a uma mudança,houve uma revolução no sistema penal,aspraticas punitivas tornam se mais pudicas.A punição agora possui uma nova característica,ela e exata e suficiente para que o delito não se repita, não tem como objetivo reparação,mais a contenção dereincidências,continuaram a ser julgados os crimes e os delitos, mais passaram a julgar as anomalias psíquicas, os pervertidos, os inadaptáveis. A evolução das técnicas punitivas e a anatomia do corpolevam ao aparecimento de novos campos de análise.No decorrer do século XVIII o corpo é descoberto enquanto uma fonte inesgotável de poder,como sua utilização enquanto maquina , princípio ,disciplina,como um elemento composto de docilidade e fragilidade, algo manipulável e facilmente adestrável.
Na segunda parte da sua obra Michel Foucault vinha registrando alterações na tipologia dos crimes,acriminalidade de ataques aos corpos deu lugar a criminalidade de fraudes,ataque aos bens. Com isso mudou se também o perfil dos criminosos que assumem o estatuto dos cidadão,qualquer infração cometida...