Vidros

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6147 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO
CENTRO DE LETRAS E ARTES
FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO
MESTRADO EM ARQUITETURA





Patologia do Envidraçamento.


Disciplina: Patologia das construções.







Elizabeth Katharina Alves Londe
Flávia Heine Peixoto
- 1994 -
ÍNDICE

1 - INTRODUÇÃO 3
2 - HISTÓRICO 5
3 - CONSTITUIÇÃO E PROCESSO DE PRODUÇÃO 10
3.1 -Propriedades mecânicas. 11
3.2 - Propriedades espectrofotométricas 13
3.3 - Propriedades térmicas 13
4 - CLASSIFICAÇÃO DOS VIDROS (NB-226) 14
4.1 - Tipos de vidro encontrados no mercado 16
4.2 - Utilização de vidros de segurança 20
4.3 - Produtos vítreos de base 23
5 - PRINCIPAIS PATOLOGIAS E ALGUMAS PRESCRIÇÕES PARA EVITAR O SEU APARECIMENTO 26
5.1 - Alguns requisitos para a corretautilização dos vidros 32
6 - BIBLIOGRAFIA 33

Atente para o desvario do homem.
O homem constrói uma grande casa com paredes e telhado, para eliminar a luz, a chuva e o vento. Em seguida, faz aberturas nas paredes, o que permite, novamente a penetração da chuva, do vento e da luz. A seguir, coloca nas aberturas o que chama de vidro, para afastar a chuva e o vento, mas permitir apenetração da luz, e então ele se precipita no interior, como um macaco assustado, e pendura cortinas para evitar a luz.
O homem é louco, atente para o seu desvario.
Gene Fowler

1 - INTRODUÇÃO

Na construção civil, o vidro representa a melhor resposta à necessidade de contato com o exterior, ao mesmo tempo em que assegura proteção.
Graças às suas características de transparênciae dureza superficial, ele vem exercendo uma grande sedução sobre os homens. O vidro é capaz de ocupar o espaço sem ocupá-lo, de proteger sem disfarçar ,de encerrar sem aprisionar. Devido a sua limpidez, ele modifica o espaço sem alterá-lo, realizando o prodígio de um dentro-fora , como se fosse uma água transparente e sólida.
O vidro contribui muito na determinação das características mecânicas,acústicas e térmicas das edificações e muda radicalmente o conceito de material de fechamento.
Por limitações tecnológicas ou mesmo de mercado, a arquitetura dispõe de poucas opções de materiais para os chamados fechamentos transparentes, aqueles que pela própria característica, conciliam proteção contra intempéries e iluminação natural.
Freqüentemente, os envidraçamentos apresentam problemas detrincas e manchas que não se devem a choques ocasionais ou ações de vandalismo. Em geral, esses problemas, sem uma explicação imediata, são consideradas patologias dos envidraçamentos.
Faz-se necessário, portanto, um bom conhecimento de suas características para que se evitem muitos tipos de patologias, que se verificam no envidraçamento, por conta dos erros que vão desde a estocagem até acolocação. A origem dos problemas pode ser provenientes de falhas de projeto, de execução ou de manutenção. Em função do uso inadequado e não criterioso do vidro na construção civil, verificam-se muitas falhas no seu desempenho, quando não se leva em consideração suas propriedades. E, como o vidro geralmente aparece associado a outros elementos, como caixilhos, selantes e gaxetas, é importante que hajacompatibilidade entre eles.
Os estudos de patologia procuram identificar causas, origens e natureza dos problemas nas edificações, que apresentam perdas com o término do desempenho dos componentes, elementos ou do edifício como um todo. Assim o vidro plano que é utilizado como pano de vedação das janelas (componentes) ou como fachadas-cortina (elementos), deve cumprir um conjunto de requisitose critérios funcionais durante a sua utilização.
Os principais sintomas da manifestação de patologias nos vidros planos, segundo Perez (6), são os seguintes:
manchas superficiais;
manchas internas;
lascamento das bordas;
trincas;
ruptura ou ruína.

Estes sintomas podem ter origem na fabricação do vidro, na sua aplicação durante a obra ou no processo de uso.
Gateau (4) cita ainda algumas...
tracking img