Vidas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4076 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Economia de Cuba
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Economia de Cuba |
Moeda | Peso cubano |
Organizações de comércio | OMC |
Estatísticas [1] |
Produto Interno Bruto | US$ 51,11 bilhões (2007) |
% de cresc. do PIB | 7% (2007) |
PIB per capita | US$ 4500 (2007) |
PIB por setor | agricultura 4,6%, indústria 26,1%, comércio e serviços 60,6%(2005) |
Inflação anual | 3,6% |
População abaixo da linha de pobreza | N/D |
Força de trabalho | 4 853 000 |
Força de trabalho por setor | agricultura 20%, indústria 19,4%, comércio e serviços 60,6% (2006) |
Desemprego | 1,9% (2007) |
Parcerias comerciais [2] |
Exportações (US$) | 3 231 milhões f.o.b. (2007) |
Principais produtos exportados | açúcar, níquel, tabaco, peixe, fármacos eequipamentos médicos, cítricos, café |
Principais mercados | Países Baixos 21,8 %, Canadá 21,6 %, China 18,7 %, Espanha 5,9 %, (2006) |
Importações (US$) | 10 860 milhões (2007) |
Principais produtos importados | petróleo, alimentos, máquinas e equipamentos, produtos químicos |
Principais parceiros | Venezuela 26,6 %, China 15,6 %, Espanha 9,6 %, Alemanha 6,4 %, Canadá 5,6 %, Itália 4,4 %,Estados Unidos 4,3 %, Brasil 4,2 %, (2006) |
Finanças públicas [3] |
Dívida externa | US$ 16,79 bilhões (mais 15 ou 20 bilhões com a Rússia) (2007) |
Receitas totais (US$) | 35,01 bilhões |
Despesas (US$) | 36,73 bilhões |
Ajuda econômica recebida | US$ 87,8 milhões (2005) |
A economia de Cuba recuperou-se lentamente de uma séria recessão provocada pela retirada dos subsídios da antigaUnião Soviética (cerca de 4 a 6 bilhões de dólares anuais entre 1989 e 1993), o que representou uma perda de, pelo menos, 35% relação ao pico de seu PIB de então [1], causando sérios problemas de abastecimento e provocando rígidos racionamentos, entre 1989 e 1993, anos de grandes privações para todos, no que foi chamado de "Período Especial". As importações feitas por Cuba caíram de US$ 8,1bilhões em 1989 para US$ 3,5 bilhões em 1991. Só agora o padrão de vida dos cubanos está retornando aos níveis do final dos anos 80. Apesar disso, o índice de pobreza de Cuba era o sexto menor em 2004 dentre os 102 países em desenvolvimento pesquisados pela a Pnud, organismo da ONU [2]
Cuba, que inicialmente ficou dependendo exclusivamente do turismo, da exportação de charutos e de níquel parasobreviver, desenvolveu um vigoroso setor de saúde que poderá transformar a economia do país. Dados do Ministério da Saúde, indicam que a indústria do turismo (avaliada em US$ 1,8 bilhão) será superada em breve pelas empresas de biotecnologia, de exportações de vacinas e pelo fornecimento de serviços de saúde para outros países [3]
Agropecuária: cana-de-açúcar, tabaco, banana, café, frutas cítricas,arroz, legumes e verduras.
Biotecnologia: vacinas, interferon, enzimas industriais farmacêuticas, kits de diagnóstico da dengue e do streptococo do grupo B, células tronco. [4][5] A biotecnologia cubana dispõe atualmente de 38 produtos registrados comercializados em mais de 45 países enquanto o país impulsiona projetos de vacinas terapêuticas, algumas em fase avançada como as da Hepatite C e câncer depróstata.
Mineração: níquel, cromita, ferro, manganês, barro vermelho e pedra calcária. (Cuba detém os maiores depósitos de níquel do mundo, cerca de 34% das reservas mundiais.)
Indústria: açúcar refinado, charutos e cigarros, cimento, fertilizantes, rum, tecidos, tijolos e telhas, industria farmacêutica e biotecnologia.
Exportação: níquel, açúcar refinado, rum, tabaco, charutos e cigarros.Moeda: peso cubano.
Índice[esconder] * 1 Exportação * 2 PIB - Produto Interno Bruto * 3 Produto Interno Bruto per capita * 4 Economia * 4.1 Moeda * 4.2 Salários em Cuba * 4.3 Turismo * 4.4 Biotecnologia * 5 Energia elétrica * 6 Divida Externa * 7 Reformas na economia * 8 Referências * 9 Ver também * 10 Ligações externas |
[editar] Exportação
Os...
tracking img