Vidal de la blache e max sorre

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (321 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Vidal de La Blache e a Geografia Humana



Com as conseqüências da revolução francesa para seu território, a classe dominante “burguesia”, percebeu que deveria pensarmais o espaço e fazer uma geografia que superasse a reflexão geográfica alemã, e ao mesmo tempo, fornecesse fundamentos para o expansionismo francês.

Nesse contextosurgem os estudos de Vidal de La Blache com uma visão possibilista, que defendia uma geografia regional, baseada no intensivo de regiões fisicamente pequenas definidas como os “Cantões da França”, tendocomo objeto de estudo a relação do homem-natureza. Para La Blache o homem sofre influências do meio em que está atuando e com isso ocorre a transformação. Na perspectiva de La Blache, a natureza éconsiderada como fornecedora de possibilidades que, se o homem quiser pode modificar ao seu favor.

La Blache criou a doutrina do possibilismo sendo o fundador da EscolaFrancesa de Geografia e a partir de então a geografia se tornou objeto de estudo.

Com relação aos estudos de Ratzel, La Blache faz críticas sobre o contexto voltado para umageografia com fundamentos políticos, também critica nas teorias de Ratzel o fato de tornar o homem passivo dando importância ao contexto geográfico. Na terceira crítica a Ratzel atinge aantropogeografia, após criticar esse determinismo ele nega sua própria determinação.

Contribuições de Max Sorre para a ciência geográfica

Para Max Sorre a ciência deveria estudar asformas pelas quais o homem organiza seu meio, considerando o espaço como morada dos homens. A sua obra trata de uma reciclagem da geografia humana proposta por La Blache, no sentido de proporcionar opensamento geográfico global e unitário, porém mantendo fidelidade a essência possibilista.

Sorre foi o geógrafo pioneiro a propor de forma incisiva a compreensão do...
tracking img