Vida e obra de rousseau

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3587 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Resumo
O presente trabalho refere-se a Jean-Jacques Rousseau (1712-1778), um dos principais filósofos do Século XVIII, também conhecido como Século das Luzes. Suas ideias são ricas e complexas e tiveram papel fundamental para a estrutura política e cultural da época. Rousseau fazia parte daqueles que preconizavam a difusão do saber como meio eficiente para colocar fim à superstição, àignorância, ao império da opinião e do preconceito. Desta forma, acreditava-se contribuir para o progresso do espírito humano. Deixou-nos exemplares trabalhos em vários domínios, à música, à política, passando pela produção de peças de teatro e pelo belíssimo romance que é “A Nova Heloísa”(1761). Jean Jacques Rousseau nasceu em Genebra, na Suíça, em 28 de Junho de 1712, e faleceu em Ermenonville, nordestede Paris, França, em 2 de Julho de 1778. Foi filho de Isaac Rousseau, relojoeiro de profissão e Suzane Bernard.[1] A estrutura deste trabalho remete-se primeiramente montar o cenário da época vivida por Rousseau. Apresenta-se um breve contexto histórico, num primeiro momento e em seguida explana-se sobre suas principais ideias filosóficas e políticas. Por último, fala-se das suas principaiscontribuições relacionando com a actualidade.

































2.Introdução

Antes de dar início à exposição sobre as principais ideias de Jean-Jacques Rousseau, contidas em uma das suas principais obras, O Contrato Social, cabe tecer certas considerações a respeito do panorama mundial do século XVIII.
Primeiramente, caracteriza-se o espírito doSéculo XVIII, como “Época das Luzes”[2] , que com a contribuição dos filósofos e escritores deste período, promoveu-se uma revolução cultural e intelectual na história do pensamento moderno. É o movimento do Iluminismo que veio preparar o clima revolucionário da época. Esse movimento visava fundamentalmente estimular a luta da razão contra a autoridade como um conflito da luz contra as trevas. Pode-sedestacar os pensadores que mais influenciaram nesse período, o inglês Locke e os franceses Montesquieu, Voltaire e principalmente Jean-Jacques Rousseau. Em toda a Europa os pensadores racionalistas afirmavam ter chegado ao “Século das Luzes”. A luz do conhecimento parecia atrair numerosos adeptos. Abre-se caminho para a Revolução Francesa (1789) que em nome da “Liberdade, Igualdade eFraternidade”[3] desencadeou o processo de ruptura com o passado.

Toda a contestação ao Antigo Regime foi uma introdução às Revoluções Burguesas do final do século XVIII, prolongando-se pelo século XIX. É importante lembrar a Revolução Industrial[4], que marca também esse século, promovida pela burguesia triunfante, representou o momento decisivo para o capitalismo como forma de produção económicapredominante e única em várias sociedades da Europa Ocidental.

Desta forma, o princípio organizador da sociedade deveria ser a busca da felicidade e ao governo caberia garantir direitos naturais tais como: a liberdade individual e a livre posse de bens, a tolerância para a expressão de ideias, igualdade perante a lei e a justiça com base na punição dos delitos. Consideravam os homens todos bons e iguais eas desigualdades seriam provocadas pelos próprios homens, pela própria sociedade. Achava-se necessário mudar a sociedade, dando a todos liberdade de expressão e culto, protecção contra a escravidão, injustiça, opressão e as guerras.

O Iluminismo que defendia as explicações com base na razão, destruiu a fundamentação legitimista do Estado Medieval. Argumentava-se que o poder do Estado advinhade Deus. O Estado passou então a ser compreendido como instituição humana e sua legitimidade a ser entendida como derivada da legitimidade da vontade popular. O soberano começou a ser visto como mandatário do povo dentro do Estado.

Assim, começam as construções teóricas para explicar o Estado Absolutista (Hobbes) e mais tarde, o Estado Liberal (Locke e Rousseau). Esses teóricos procuravam...
tracking img