Vida e obra de josefh kipling

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1914 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Vida e obras de Joseph Kipling

Joseph Rudyard Kipling (Bombaim, 30 de dezembro de 1865 — Londres, 18 de janeiro de 1936) foi um autor e poeta britânico.
É mais conhecido por seus livros "The Jungle Book" (1894), "The Second Jungle Book" (1895), "Just So Stories" (1902), e "Puck of Pook's Hill" (1906); sua novela, "Kim" (1901); seus poemas, incluindo "Mandalay" (1890), "Gunga Din" (1890),"If"[2](1910) e "Ulster 1912" (1912); e seus muitos contos curtos, incluindo "The Man Who Would Be King" (1888) e as compilações "Life's Handicap" (1891), "The Day's Work" (1898), e "Plain Tales from the Hills" (1888).
É considerado o maior "inovador na arte do conto curto"[3]; os seus livros para crianças são clássicos da literatura infantil; e o seu melhor trabalho dá mostras de um talentonarrativo versátil e brilhante.
Foi um dos escritores mais populares da Inglaterra, em prosa e poema, no final do século XIX e início do XX. O autor Henry James referiu: "Kipling me impressiona pessoalmente como o mais completo homem de gênio (o que difere de inteligência refinada) que eu jamais conheci.. Foi laureado com o Nobel de Literatura de 1907, tornando-se o primeiro autor de língua inglesa areceber esse prêmio e, até hoje, o mais jovem a recebê-lo[6]. Entre outras distinções, foi sondado em diversas ocasiões para receber a Láurea de Poeta Britânico e um título de Cavaleiro, as quais rejeitou. Ainda assim, Kipling tornou-se conhecido (nas palavras de George Orwell) como um "profeta do imperialismo britânico. Muitos viam preconceito e militarismo em suas obras, e a controvérsia sobreesses temas em sua obra perdurou por muito tempo ainda no século XX. De acordo com o crítico Douglas Kerr: "Ele ainda é um autor que pode inspirar discordâncias apaixonadas e seu lugar na história da literatura e da cultura ainda está longe de ser definido. Mas à medida que a era dos impérios europeus retrocede, ele é reconhecido como um intérprete incomparável, ainda que controverso, de como oimpério era vivido. Isso, e um reconhecimento crescente de seus extraordinários talentos narrativos, faz dele uma força a ser respeitada. Seu poema "If" (Se) é símbolo dos Cadetes da Academia da Força Aérea.
Uma de suas obras o "Livro da Selva" foi adotado por Robert Baden-Powell, fundador do Escotismo como fundo de cena para as atividades com jovens de 7 à 11 anos, denominando os jovens dessa faixaetária como lobinhos.
Biografia
Kipling nasceu em Bombaim, na Índia britânica, filho de Alice Kipling (nascida MacDonald) e John Lockwood Kipling. A mãe, uma das quatro memoráveis irmãs da Era Vitoriana, foi uma mulher vivaz, sobre a qual o futuro Vice-rei da Índia diria: "O tédio e a Sra. Kipling não podem existir no mesmo espaço". Lockwood Kipling, um escultor e designer de cerâmica, foi odiretor e professor de escultura arquitetônica na recém-fundada Sir Jamsetjee Escola de Arte e Indústria em Bombaim. Os dois, que se mudaram para a Índia no início daquele ano, haviam se conhecido dois anos antes em Rudyard Lake na área rural de Staffordshire, na Inglaterra, e encantaram-se tanto com a beleza do lugar que deram o nome dele ao primeiro filho. A tia de Kipling, Georgiana, era casada com opintor Edward Burne-Jones e a sua tia Agnes, com o pintor Edward Poynter. O seu parente mais famoso foi o primo em primeiro grau Stanley Baldwin, que foi três vezes Primeiro-Ministro pelo Partido Conservador nas décadas de 1920 e 1930. O local de nascimento de Kipling ainda pode ser visitado, no campus do Sir J.J. Instituto de Arte Aplicada em Bombaim e serviu por muitos anos como residência doreitor. O historiador de Bombaim, Foy Nissen, esclarece que, embora a cabana ostente uma placa afirmando que aquele é o lugar onde nasceu Kipling, o fato é que a cabana original foi demolida décadas atrás e uma nova foi construída em seu lugar. O bangalô de madeira ficou vazio e trancado por muito tempo.
Acerca de Bombaim, Kipling escreveria:
Mãe das Cidades para mim,
Porque nasci à sua...
tracking img