Vida familiar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1420 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
VIDA FAMILIAR

Ef 6:1-4

Vamos tratar neste estudo do relacionamento entre pais e filhos. A sociedade em geral hoje colhe as conseqüências do desajuste nos relacionamentos familiares. É notório que a maioria dos jovens envolvidos com vícios, criminalidade e prostituição é oriunda de lares desestruturados e que traumas familiares são presentes no histórico de vida destajuventude.

A Bíblia nos ensina que os filhos são herança do Senhor para um casal abençoado. Isto está revelado em Salmo 127:3 Os filhos são herança do Senhor, uma recompensa que ele dá. Tal palavra está no contexto de um lar que tem o Senhor como construtor (v. 1), protetor (v. 1b) e provedor (v. 2). A pessoa que tem o Senhor como construtor, protetor e provedor de seu lar é muitofeliz com os filhos que o Senhor lhe da

Portanto, a primeira providência para que o relacionamento dos pais com os filhos seja harmonioso é atrair a cobertura espiritual do Senhor para a casa. Para que você tenha seu lar coberto e suprido pelo Altíssimo, você precisa viver o que diz o salmo 91.2 Tu és o meu refúgio e a minha fortaleza, o meu Deus, em quem confio
Outro fatoré o discipulado que os pais devem exercer junto aos filhos. Isto quer dizer que os filhos precisam ver nos pais referenciais para suas vidas. O discipulado requer convivência – sendo que hoje em dia a falta de convivência na família é alarmante. Os pais não se juntam aos filhos nem mesmo nas refeições e os filhos costumam conviver mais com terceiros do que com seus próprios pais. Observe que asEscrituras recomendam a convivência e o compartilhamento do conhecimento de Deus por parte dos pais:
Ouça, ó Israel: O Senhor, o nosso Deus, é o único Senhor. Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todas as suas forças. Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração. Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiversentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar.
(Dt 6:4-7)

Observe nestas instruções que o Deus Eterno manda que haja convivência e ensino (discipulado) entre pais e filhos e que tal convivência sirva para que os pais transmitam a eles os ensinos de Deus. Há uma promessa em Provérbios que garante que se uma criança for ensinada nosprincípios estabelecidos pelo Criador, ela os seguirá até a idade avançada (Pv 22:6).

Em Efésios, na porção da Epístola onde o apóstolo versa acerca dos relacionamentos familiares, encontramos princípios para a vida familiar que, devidamente guardados, resultarão em múltiplas bênçãos:

a) A segurança de um relacionamento conjugal saudável é fundamental para o desenvolvimentosalutar dos filhos. Note que, antes de tratar especificamente sobre pais e filhos, o apóstolo trata de descrever os papéis do marido e da esposa. Quando estes papéis deixam de ser cumpridos, os filhos são tremendamente afetados.

b) Os filhos devem obediência e honra aos pais (Ef 6:1-3). Na lista que o mesmo apóstolo Paulo apresenta das características das pessoas que aborrecem a Deus eque se entregam às práticas abomináveis que redundam em perdição, em meio a tantas práticas terríveis, consta a “desobediência aos pais” ( Rm 1:28-31). Infelizmente não são poucos os pais sem autoridade e os filhos que desacatam seus pais. Mas no Reino de Jesus não é assim! Continua valendo o que o Criador determinou ainda no Sinai: que o filho que não honrar seus pais não terá vida longa nemsucesso na terra! Ef 6:3).
c) Há pais que empurram seus filhos ao caminho da rebeldia! Tanto é verdade que o verso 4 contém a ordem: Pais, não provoqueis vossos filhos à ira... Na Epístola aos Colossenses, tratando da questão familiar, o apóstolo acrescenta que ao “empurrar” os filhos por este caminho do desajuste e da rebeldia, os pais trarão “desânimo” sobre seus filhos (Cl 3:21). Ao...
tracking img