Viabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4969 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
COMO FAZER UM ESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICA

1

Gabriel Kraychete∗

1. OBJETIVOS DO ESTUDO DE VIABILIDADE .......................................................................................2 2. NO QUE CONSISTE O ESTUDO DE VIABILIDADE ............................................................................2 2.1 A ANÁLISE ECONÔMICA..................................................................................................................................3 2.1.1 Primeira parte: as perguntas necessárias.............................................................................................3 2.1.2 Segunda parte: as contas necessárias...................................................................................................5 2.2 QUESTÕES ASSOCIATIVAS..............................................................................................................................8 3. DIFICULDADES NORMALMENTE ENFRENTADAS ..........................................................................9 3.1 PARA CALCULAR OS CUSTOS FIXOS E VARIÁVEIS ............................................................................................9 3.2 NO ENTENDIMENTO DOS CUSTOSFIXOS ..........................................................................................................9 3.3 NA RELAÇÃO ENTRE OS OBJETIVOS ECONÔMICOS E SOCIAIS DO GRUPO ........................................................10 3.4 NA COMERCIALIZAÇÃO ................................................................................................................................10 4. OPAPEL DO CRÉDITO E DO APOIO SOB A FORMA DE DOAÇÃO ............................................11 5. CONCLUSÕES ...........................................................................................................................................12

Exposição realizada no primeiro dia da Consulta Economia Popular: Viabilidade e Alternativas, promovida pela CESE-CEADe, Salvador, junho/1997.
∗Técnico da CAPINA e professor da UCSal.

COMO FAZER UM ESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICA
Gabriel Kraychete

Ao abordar o tema da viabilidade econômica eu estarei me reportando, especificamente, as atividades de produção, beneficiamento e comercialização, realizadas de forma associativa, por diferentes organizações populares (associações, cooperativas, grupos informais, etc.). Com isso, pretendo situar opapel e a importância do estudo de viabilidade para o bom desenvolvimento dessas iniciativas. Face aos propósitos desse nosso encontro, não vou me deter na análise sobre o significado do trabalho realizado por estas organizações. Registro, apenas, que parto do pressuposto que estas atividades vêm se apresentando como uma das formas de luta pela vida e de afirmação da cidadania. A minha exposiçãoestará dividida em cinco pontos: i) objetivos do estudo de viabilidade; ii) no que consiste esse estudo; iii) as dificuldades normalmente enfrentadas para a sua execução; iv) o papel do crédito e de outras formas de apoio e, por fim v) algumas conclusões. De forma resumida, estes pontos contêm as reflexões proporcionadas pela prática de assessoria a vários grupos populares empenhados em algum tipode projeto econômico. Estão ancorados, também, no texto sobre viabilidade econômica, elaborado por Ricardo Costa, técnico da CAPINA.

1. Objetivos do estudo de viabilidade
As atividades econômicas realizadas pelas diferentes organizações populares envolvem um risco: podem dar certo (conduzindo ao objetivo previsto) ou podem dar errado. O estudo de viabilidade é a análise detalhada, que tem doisobjetivos básicos: • identificar e fortalecer as condições necessárias para o nosso projeto dar certo e • identificar e tentar neutralizar os fatores que podem dificultar as possibilidades de êxito do nosso projeto. O estudo de viabilidade indica as condições para que os objetivos que nos propomos alcançar dependam mais das nossas próprias ações do que da sorte. É claro que a sorte sempre ajuda,...
tracking img