Via mangue: entre o paradoxo do desenvolvimento urbano e a destruição da biodiversidade ecológica.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2340 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
VIA MANGUE: ENTRE O PARADOXO DO DESENVOLVIMENTO URBANO E A DESTRUIÇÃO DA BIODIVERSIDADE ECOLÓGICA.[1]

RESUMO

O breve ensaio apresentado tem por objetivo refletir, sobre as problemáticas ambientais oriundas a partir da construção da Avenida Via Mangue, obra está que será realizada na Zona Sul da Capital Pernambucana. Dentre os aspectos assinalados encontram-se a destruição daBiodiversidade e de habitat naturais, além da possível extinção de algumas espécies existentes no local. Entretanto esse tema necessita de ser mais aprofundado nos debates de geografia, até porque se trata de uma obra que busca uma melhoria do transito da Cidade do Recife,contudo deixando algumas brechas sobretudo nas questões da viabilidade ambiental da obra,segundo a prefeitura do Recife a ViaMangue se trata de um empreendimento pautado nos paradigmas do desenvolvimento sustentável,que é conforme,Enciclopédia do Estudante.

A forma de desenvolvimento que não agride o meio ambiente de maneira que não prejudica o desenvolvimento vindouro, ou seja, é uma forma de desenvolver sem criar problemas que possam atrapalhar e/ou impedir o desenvolvimento no futuro(ENCICLOPÉDIA DO ESTUDANTE, 2008).

No presente trabalho foi discutido se a Via mangue tem realmente o caráter de obra pautada na sustentabilidade ou se trata de um empreendimento que prima apenas pelas questões tocantes a mobilidade urbana,desenvolvimento urbano ou alguma outras forma de obra ,descompromissada com os impactos ambientais.

INTRODUÇÃO

O presente artigoobjetiva levantar um debate no sentido de descobrir as verdadeiras finalidades do projeto Via Mangue na Cidade do Recife,como também prima por discutir os impactos ambientais que possivelmente serão acarretados pela obra,dentre eles podemos destacar:destruição da biodiversidade do manguezal,bem como a devastação do habitat de algumas espécies de molusco e etc. O estudo foi dividido em três momentos,ondeo primeiro se caracteriza pela revisão literária em bibliografias concernentes as temáticas escolhidas como objeto de estudo,dentre as obras podemos destacar:” O espaço Urbano ( Corrêa,2005)” , “Geografia de Pernambuco:Ambiente e Sociedade (Andrade,2009)" e “Enciclopédia do Estudante:Ecologia ( Moderna,2008),ainda na pesquisa de gabinete o grupo procurou buscar informações em sites dainternet,com destaque para o endereço eletrônico da prefeitura do Recife.O segundo momento se notabiliza pela pesquisa in loco,que tinha como objetivo levantar informações que pudesse comprovar ou reforçar os estudos de gabinete e ainda buscar algumas imagens que pudesse ilustrar com primor a pesquisa e o terceiro e ultimo momento está pautado em debates entre os integrantes do grupo e a orientadora dotrabalho a professora Dr. Maria Fernanda Abrantes Torres.

A Via Mangue é um projeto desenvolvido pela Prefeitura do Recife em parceria com o Governo Federal, que conta com recursos do Orçamento Geral da União – OGU, através do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC. Ela contempla ações de saneamento, habitação, urbanização e trará para a Zona Sul da Cidade uma nova alternativa detráfego com a implantação de uma via que irá do Pina (Ponte Paulo Guerra) até Boa Viagem (altura da Rua Antônio Falcão), margeando o manguezal com 4.750m de extensão.  Com essa via busca-se melhorar o sistema de trânsito dos bairros de Boa Viagem e do Pina, já bastante saturado, descongestionando as avenidas Boa Viagem, Conselheiro Aguiar e Domingos Ferreira. Com a implementação da Via Mangue, emmaio de 2013, será possível sair da Ponte Paulo Guerra, que liga o bairro da Cabanga ao bairro do Pina, chegando até a Avenida Antônio Falcão. Segundo o projeto, a via funcionará como um cinturão de proteção para o Parque dos Manguezais, onde onze hectares de manguezal desaparecerão.




O CRESCIMENTO DA CIDADE E A VIA MANGUE

O crescimento urbano tem ocorrido de modo acelerado e...
tracking img