Verificação da ativação do músculo transverso abdominal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1164 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
VERIFICAÇÃO DA ATIVAÇÃO DO MÚSCULO TRANSVERSO ABDOMINAL, ATRAVÉS DA IMAGEM DE ULTRA-SOM, DURANTE A CONTRAÇÃO ISOLADA E ASSOCIADA AOS ABDOMINAIS SUPERFICIAIS

Elisângela Gigliola Sansoni1, Francis Winícius F. Nogueira1, Giuliano Hoelzle1, Cláudia Souto Otoni2 e Rodrigo G. da S. Carvalho2.

1Acadêmicos do curso de Fisioterapia da Universidade Presidente Antônio Carlos - UNIPAC/ Barbacena - MG;2Professor(a) do Curso de Fisioterapia da UNIPAC/Barbacena – MG


RESUMO

Este estudo teve como objetivo observar a contração do músculo transverso abdominal durante a realização de sua contração isolada e global (denominação, esta, utilizada neste estudo), através da imagem do ultra-som. A amostra final constou de seis (6) indivíduos e foi submetida aos exames de ultra-som, realizadosno momento da contração isolada do músculo transverso abdominal e contração global - contração associada aos músculos abdominais superficiais. Para a análise estatística utilizou-se o teste t Student - pareado com nível de significância de p< 0,05 para comparações das médias das contrações musculares registradas no mesmo músculo (em centímetro - cm) pela imagem de ultra-som, entre o estado derepouso, contração isolada do transverso e contração global. Houve diferença significativa entre o estado de repouso em relação às duas contrações. Não houve diferença significativa entre a
contração global e a contração isolada, porém, a ativação do músculo transverso abdominal foi visivelmente observada através do aumento em centímetros de sua área de secção transversa, durante a contração global,não havendo, portanto, interferência negativa dos músculos superficiais do abdômen na ativação do músculo transverso abdominal.

Palavras-chave: Músculo transverso abdominal, Ultra-som, Estabilização segmentar lombar.

INTRODUÇÃO

A estabilidade do segmento espinhal é garantida por três subsistemas que se interligam e a debilidade de um deles culmina no aumento da demanda dos outros, a fimde manter a estabilidade. Esses subsistemas são o passivo, o ativo e o neural[1,2,3,4].
O subsistema passivo é composto pelos corpos vertebrais, as articulações zigoapofisárias, os discos intervertebrais e os ligamentos.
O subsistema ativo compreende os músculos e tendões que circundam e agem na coluna. E o subsistema neural inclui os nervos e o sistema nervoso central que dirigem econtrolam o sistema ativo garantindo estabilidade dinâmica [1,3,4].
Dentro do subsistema ativo os músculos do tronco foram divididos em sistema global e em sistema local. O sistema global compreende os músculos de maior dimensão e mais superficiais do tronco e estão envolvidos no movimento da coluna e na transferência de carga entre a caixa torácica e a pelve [1,3,4].
Já o sistema local inclui amusculatura profunda do tronco e porções profundas de músculos que têm sua origem e inserção nas vértebras lombares cuja função é controlar a rigidez e as relações intervertebrais dos segmentos espinhais e a postura da coluna lombar tendo um papel estabilizador. Dentre esses músculos encontra-se o músculo transverso abdominal [1,3,5,6].
O músculo transverso abdominal (TrA) tem origem na fásciailíaca, borda interna da crista ilíaca e fáscia toracolombar, e da supérfície interna das seis cartilagens costais inferiores, onde as fibras se interdigitam e freqüentemente se fundem com o diafragma[5]. Ao se contrair, gera uma pressão intra-abdominal, sem opor ao tronco movimento extensor, com isso, pesquisadores concluíram que o TrA pode contribuir para um mecanismo de estabilização do tronco emvez de produção de torque [3]. Agindo antecipadamente à produção de cargas é capaz de controlar a rigidez e as relações intervertebrais dos segmentos espinhais e a postura da coluna lombar, além de ser o principal e primário na estabilização lombar [2,3,4,5,].
Exercícios abdominais que recrutam este músculo têm sido amplamente usados no tratamento de distúrbios e disfunções da coluna lombar...
tracking img