vendas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1887 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de dezembro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
O maior foco das indústrias que aplicam a ferramenta do Lean Manufacturing é combater os sete desperdícios que podem ocorrer na produção de um produto. Existem várias formas de desperdícios e um exemplo é quando se produz mais do que o necessário, ou mesmo, mais rápido ou antes do que é preciso. Ele também pode ocorrer quando o produto não é enviado ao consumidor, desencadeando uma série deeventos que geram custos financeiros e operacionais. Existem dois tipos de desperdícios: os que são visíveis e os que são ocultos. Com relação aos ocultos, é muito importante que eles sejam descobertos e eliminados antes que possam se tornar grandes demais, incorrendo em uma fonte maior de problemas para a empresa. Uma analogia interessante para exemplificar os problemas visíveis e ocultos é quandoimaginamos um iceberg. A ponta do iceberg, que fica visível às pessoas representa os desperdícios visíveis: defeitos, retrabalhos, excesso, refugos ou atividades de inspeções. Já o restante do iceberg, que é muito maior do que seu topo, é composto pelos desperdícios ocultos. Alguns exemplos destes desperdícios são: custos de urgência nas entregas, procedimentos desnecessários, falhas de equipamentos,tempo perdido em função de acidentes, excesso de inventário, etc. Veja abaixo uma Figura que exemplifica os vários desperdícios visíveis e ocultos encontrados em uma linha de produção na indústria.

desperdicios-visiveis-ocultos-industria

Figura 1 – Desperdícios visíveis e ocultos que podem ser encontrados na indústria

Os desperdícios podem assumir deferentes formas, podendo serencontrados no processamento de um produto ou em entradas e saídas desnecessárias. Podem ainda ser observados na forma de material, estoque, equipamento, infraestrutura, utilidades, documentos, movimentos e outras atividades que não agregam valor.
Quais são os sete desperdícios da produção?

Os sete desperdícios da produção foram identificados e categorizados por Taiichi Ohno, um engenheiro de produçãoque iniciou sua carreira no setor automotivo em 1943 e é considerado o pai do TPS. Segundo ele os desperdícios podem ser categorizados da seguinte forma:

Defeitos;
Excesso de produção ou Superprodução;
Espera;
Transporte;
Movimentação;
Processamento inapropriado;
Estoque.

sete-desperdicio-producao

Figura 2 – Os sete desperdícios da produção segundoTaiichi Ohno.
1 – Defeitos

O que é:

Processamento na produção de produtos defeituosos;
Processamento devido ao retrabalho de produtos defeituosos;
Materiais utilizados na ocorrência de produtos defeituosos e retrabalhos;

Causas:

Falta de objetividade na especificação do cliente com relação ao produto;
Processos incapazes;
Falta de controle de processo;Incapacitação de pessoas ou pessoas não qualificadas;
Setorização ou departamentalização ao invés de qualidade total;
Fornecedores desqualificados.

Qualidade é fazer a coisa certa logo na primeira vez. Trata-se de prevenção e planejamento, não de correção e inspeção. A má qualidade ou defeitos não só resultam na insatisfação do cliente e danos à imagem da empresa, como também emdesperdícios devido aos custos e tempo envolvidos em repor um produto defeituoso. Sendo assim, a melhoria contínua e medidas de prevenção são os meios mais eficazes para reduzir os desperdícios causados por defeitos.
2 – Excesso de Produção ou Superprodução

O que é:

Produzir mais do que o necessário;
Produzir mais rápido do que o necessário;

Causas:

Incentivos e metas por volume(vendas, compras, pagamento, PLR);
Aumento da capacidade do equipamento;
Desequilíbrio na linha de produção: Agendamento deficiente/mudanças;
Planejamento de produção deficiente;
Práticas contábeis de custos que incentivam o aumento de estoques

A superprodução ocorre quando mais há maior produção do que a empresa pode vender, resultado em um aumento no estoque de produtos...
tracking img