Variedade linguistica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2120 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A VARIAÇÃO LINGUÍSTICA EM SALA DE AULA


Neste capitulo, vamos conversar um pouco mais sobre o episódio do "relógio azangado" que Carmo Bernardes nos contou. O mestre." Frederico teve uma reação típica dos professorés antigos, que acreditavam ser sua obrigação coibir severamente os usos da língua que se desviassem da norma considerada culta. Até hoje, os professores não sabem muitobem como agir diante dos chamados "erros de português". Estamos colocando a expressão "erros de português" entre aspas porque a consideramos inadequada e preconceituosa. Erros de português são simplesmente diferenças entre variedades da língua. Com frequência, essas diferenças se apresentam entre a variedade usada no domínio do lar, onde predomina uma cultura de oralidade, em relações permeadas peloafeto e informalidade, como vimos, e culturas de letramento, como a que é cultivada na escola.
É no momento em que o aluno usa flagrantemente uma regra não-padrão e o professor intervém, fornecendo a variante-padrão, que as duas variedades se justapõem em sala de aula. Como proceder nesses momentos? E uma dúvida sempre presente entre os professores. Nas últimas duas décadas, os educadoresbrasileiros, com destaque especial para os linguistas seguindo uma corrente que nasceu da polêmica entre a postura que considera o "erro" uma deficiência do aluno e a postura que vê os chamados "erros" como uma simples diferença entre as duas variedades, têm feito um trabalho importante, mostrando que é pedagogicamente incorreto usar a incidência do erro do educando como uma oportunidade parahumilhá-lo. Ao contrário, uma pedagogia que é culturalmente sensível aos saberes dos educandos está atenta às diferenças entre a cultura que eles representam e a da escola, e mostra ao professor como encontrar formas efetivas de conscientizar os educandos sobre essas diferenças. Na prática, contudo, esse comportamento é ainda problemático para os professores, que ficam inseguros, sem saber se devemcorrigir ou não, que erros devem corrigir ou até mesmo se podem falar em erros.
Em pesquisas de sala de aula que conduzimos ou orientamos, identificamos alguns padrões principais na conduta do professor perante a realização de uma regra linguística não-padrão pelos alunos:
• o professor identifica "erros de leitura", isto é, erros na decodificação do material que está sendo lido, mas não fazdistinção entre diferenças dialetais e erros de decodificação na leitura, tratando-os todos da mesma forma;
• o professor não percebe uso de regras não-padrão. Isto se dá por duas razões: ou o professor não está atento ou o professor não : identifica naquela regra uma transgressão porque ele próprio a tem em seu repertório. A regra é, pois, "invisível" para ele;
• o professor percebe o uso deregras não-padrão e prefere não intervir para não constranger o aluno;
• o professor percebe o uso de regras não-padrão, não intervém, e apresenta, logo em seguida, o modelo da variante-padrão.
O padrão de comportamento do professor em relação ao uso de regras não-padrão pêlos alunos depende basicamente do tipo de evento em que essas regras ocorrem. Como regra geral, observamos que quasenunca os professores intervêm para corrigir os alunos durante a realização de um evento de oralidade, que, como já vimos, são realizados sem exigência de muita monitoração.
Vejamos alguns exemplos de intervenção dos professores, identificando eventos de oralidade e de letramento.
1.A (aluno /a):- Hoje é vinte e quatro?
P (professor /a): - São vinte e cinco.
2.A (lendo): -A onça resolveu atraí-la a sua furna fazendo corrê notícia de que tinha morrido e deitando-se no chão da caverna fingiu-se de cadáver. Todos os bichos vinheru olha a defunta contentíssamos. , ,
P - Contentíssimos. Ó, psi, depois de "contentíssimos" tem ponto, tá? Todos os animais, né, vinheru olha a defunta contentíssimos.
Neste evento de letramento em que o aluno está lendo um...
tracking img