Vanguardas europeias

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 27 (6540 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Linguagem e Argumentação - Nara Sgarbi - UNIGRAN

Aula 04

CONSIDERAÇÕES SOBRE A NOÇÃO DE TEXTO

Caro(a) aluno(a), Estamos em nossa quarta aula e a partir de agora nos dedicaremos mais a um assunto de grande interesse para todos nós: trataremos sobre as noções acerca do TEXTO e também veremos como proceder para elaborar textos claros e coesos. Nesta aula, em específico, abordaremos questõesreferentes à organização textual e aos mecanismos de leitura contidos na compreensão e na interpretação de textos. Assim, desejo que tenhamos uma grande ascensão teórica em relação aos temas abordados. Bom trabalho! Que tal!? Disposto a começar?? Comecemos, então, analisando os objetivos e verificando as seções que serão desenvolvidas ao longo desta aula. Bom trabalho!
75

Linguagem eArgumentação - Nara Sgarbi - UNIGRAN

Objetivos de aprendizagem
Ao término desta aula, você será capaz de: • identificar e conceituar, a partir das teorias textuais, um texto e suas particularidades linguísticas referentes à estrutura; • entender como acontece o processo de compreensão e de interpretação textuais. • Compreender a estrutura e a expressão textuais; • Entender e reconhecer eempregar com precisão a coesão e a coerência textuais.

Seções de estudo
Seção 1 Seção 2 Seção 3 Seção 4 Noções de texto Compreensão e interpretação textual Estrutura, conteúdo e expressão Coerência e coesão textual

Será que o texto tem segredos? Que tal desvendarmos! Então, vamos em frente?! Sem dúvida a palavra texto é familiar para qualquer pessoa ligada à prática escolar, portanto você,acadêmico, tem, com certeza, bastante interesse nesse assunto!!!!!!!!!! Já aprendemos o que vem a ser um texto, agora veremos que um texto pode ser analisado a partir elementos fundamentais, tais como a estrutura, conteúdo e expressão. Destacando que a sua organização e clareza dependem da coesão e da coerência textuais, também contempladas nesta aula. Vamos estudar esses elementos?

Seção 1

Noçõesde texto

Ela (a palavra texto) aparece com alta frequência no linguajar cotidiano, tanto no interior da escola quanto fora de seus limites. Não são estranhas a ninguém expressões como as que seguem: “redija um texto”, “texto bem elaborado”, “o texto construído não está suficientemente claro”, “os atores da peça são bons, mas o texto é ruim”, “o redator produziu um bom texto” etc.76

Linguagem e Argumentação - Nara Sgarbi - UNIGRAN

Por causa, exatamente, dessa alta frequência de uso, todo estudante tem algumas noções sobre o que significa texto. Dentre essas noções, algumas ganham importância especial para esta e as próximas aulas, que se propõem a orientar a leitura e a escrituração de textos. Nesta aula introdutória, vamos fazer duas considerações fundamentaissobre a natureza do texto, Platão & Fiorin (2002) nos sugerem as que seguem: Primeira consideração: O texto não é um aglomerado de frases. (lembre-se de que já tratamos sobre esta consideração em aulas anteriores) A revista Veja de 1º de junho de 1988, em matéria publicada nas páginas 90 e 91, traz uma reportagem sobre um caso de corrupção que envolvia, como suspeitos, membros ligados àadministração do governo do Estado de São Paulo e dois cidadãos portugueses dispostos a lançar um novo tipo de jogo lotérico, designado pelo nome de “Raspadinha”. Entre os suspeitos figurava o nome de Otávio Ceccato, que, no momento, ocupava o cargo de secretário de Indústria e Comércio e que negava sua participação na negociata. O fragmento que vem a seguir, extraído da parte final da referidareportagem, relata a resposta de Ceccato aos jornalistas nos seguintes termos:
Na sua posse como secretário de Indústria e Comércio, Ceccato, nervoso, foi infeliz ao rebater as denúncias: “Como São Pedro, nego, nego, nego”, disse a um grupo de repórteres, referindo-se à conhecida passagem em que São Pedro negou conhecer Jesus Cristo três vezes na mesma noite. Esqueceu-se de que São Pedro, naquele...
tracking img