Vanguardas européias

Introdução
Na Europa não houve uma arte moderna uniforme. Houve, sim, um conjunto de tendências artísticas com propostas específicas, embora as aproximassem certos traços, como o sentimento de liberdade criadora, o desejo de romper com o passado, a expressão de subjetividades e certo irracionalismo. Essas tendências, que surgiram na Europa antes, durante e depois da Primeira Guerra Mundial,receberam o nome de Vanguardas Européias.
Os textos seguintes registram alguns dos princípios fundamentais dos movimentos de vanguarda europeus do início do século XX.

Surrealismo
Foi um movimento artístico e literário que surgiu em Paris nos anos 20, por excelência a corrente artística moderna da representação do irracional e do subconsciente.
Este movimento artístico surge todas as vezes quea imaginação se manifesta livremente, sem o freio do espírito crítico. A fantasia, os estados de tristeza e melancolia exerceram grande atração sobre os surrealistas, que, deixam o mundo real para penetrarem no irreal, pois a emoção mais profunda do ser tem todas as possibilidades de se expressar apenas com a aproximação do fantástico, no ponto onde a razão humana perde o controle. Além disso, ossurrealistas pregavam a destruição da sociedade em que viviam e a criação de uma nova, a ser organizada em outras bases.
Foi através da pintura que as ideias do surrealismo foram mais bem expressadas, os artistas plásticos colocam suas emoções, seu inconsciente e representavam o mundo concreto. O movimento artístico dividiu-se em duas correntes, a primeira, representada principalmente porSalvador Dalí, trabalha com a distorção e justaposição de imagens conhecidas. Os artistas da segunda corrente, representada por Joan Miró e Max Ernst, libertam a mente e dão vazão ao inconsciente, sem nenhum controle da razão.
Na literatura, os escritores do surrealismo rejeitaram o romance e a poesia em estilos tradicionais e que representavam os valores sociais da burguesia. No cinema, os cineastasdemonstram uma despreocupação total com o enredo e com a história do filme, os ideais da burguesia são combatidos e os desejos não racionais afloram.
O Surrealismo no Brasil
As ideias do surrealismo foram absorvidas na década de 1920 e 1930 pelo movimento modernista no Brasil. A obra “Eu Vi o Mundo, Ele Começava no Recife”, do artista pernambucano Cícero Dias, apresenta muitas características dosurrealismo. As esculturas de Maria Martins também caminham nesta direção.
Características principais do Surrealismo
• Pinturas com elementos surreais;
• Formas baseadas na fantasia;
• Busca da perfeição do desenho e das cores, dentro da dimensão do imaginário;
• Impressão espacial, possuindo ilusões ópticas;
• Explorar o inconsciente, o sonho, a loucura;
• Aproximar-se de tudo que fosseantagônico a lógica e estivesse fora do controle da consciência.

Dadaísmo
Foi uma vanguarda moderna iniciada em Zurique, em 1916, no chamado cabaret Voltarie, por um grupo de escritores e artistas plásticos. O nome do movimento deriva de um termo inglês infantil: dada (brinquedo, cavalo de pau). Daí observa-se a falta de sentido e a quebra com o tradicional deste movimento.
O impacto causadopelo Dadaísmo justifica-se plenamente pela atmosfera de confusão e desafio a lógica por ele desencadeada. Tristan Tzara opta por expressar de modo inconfundível suas opiniões acerca da arte oficial, e também das próprias vanguardas (“sou por princípio contra os manifestos, como sou também contra princípios”). Dadaísmo vem para abolir de vez a lógica, a organização, a postura racional, trazendo paraarte um caráter de espontaneísmo e gratuidade total.
No seu esforço para expressar a negação de todos os valores estéticos e artísticos correntes, os dadaístas usaram, com frequência, métodos deliberadamente incompreensíveis. Nas pinturas e esculturas, por exemplo, tinham por hábito aproveitar pedaços de materiais encontrados pelas ruas ou objetos que haviam sido jogados fora.
Características...
tracking img