Vacinas

1º período

1º semestre 2009

DOCENTE RESPONSÁVEL: Profª Daniele Maria Pelissari

Vacinas e Imunização
DEFINIÇÕES
Imunidade: é o estado de resistência geralmente associado à presença de anticorpos que possuem ação específica sobre o microorgnismo responsável por determinada doença infecciosa ou suas toxinas. Pode ser de quatro tipos:
1. Imunidade natural passiva: adquirida deforma natural anticorpos maternos, leite materno) ( temporária
2. Imunidade natural ativa: doença infecciosa ou subclínica ( duradoura
3. Imunidade artificial passiva: soros que contém imunoglobulinas humanas ou heterólogas (solução concentrada e purificada de anticorpos, preparados de eqüídeos imunizados) ( temporária
4. Imunidade artificial ativa: vacinas ( duradoura

Histórico: noBrasil existem ações de vacinação desde o final do sec.XIX (varíola febre amarela, tuberculose), no entanto eram esporádicas e atingiam apenas algumas regiões.

PNI - PROGRAMA NACIONAL DE IMUNIZAÇÃO
Criado em 1973 pelo Ministério da Saúde.
Objetivo: diminuir a mortalidade causada pelas doenças previníveis por imunização. Estabelecer normas, baseadas no comportamento epidemiológico das doençase nos conhecimentos técnico-científicos.
Competência do PNI:
• Implantar e implementar as ações do Programa, relacionadas com a vacinação de caráter obrigatório.
• Estabelecer critérios e prestar apoio técnico e financeiro à elaboração, implantação e implementação do programa de vacinação.
• Estabelecer normas básicas para a execução da vacinação.
• Supervisionar e avaliar aexecução das vacinações no território Nacional.
O PNI é de responsabilidade na instância nacional da FUNASA (Fundação Nacional de Saúde). Elabora normas e diretrizes quanto ao calendário, conservação, transporte e avaliação técnica e operacional das atividades de vacinação.
A responsabilidade pelo PNI nos estados e nos municípios é das Secretarias de Saúde.
O PNI estabelece comoobrigatória e de sua responsabilidade as seguintes vacinações: poliomielite, sarampo, difteria, coqueluche, tuberculose, rubéola, caxumba, hepatite B, febre amarela, raiva, haemophilus influenzae tipo B e tétano.

VACINA
É um produto farmacêutico que contém agentes imunizantes capazes de induzir imunização artificial ativa. Os agentes imunizantes que compõem as vacinas podem ser:
• vírus vivoatenuado
• vírus inativados
• bactéria viva atenuada
• bactéria inativada
• componentes purificados e/ou modificados dos agentes causadores das doenças contra as quais a vacina é dirigida.
Além dos agentes imunizantes as vacinas contêm:
• líquido de suspensão.
• conservantes, estabilizadores e antibióticos, são incluídos na preparação para evitar o crescimento debactérias e fungos.
• Adjuvantes: substâncias utilizadas para aumentar e prolongar o poder imunogênico dos agentes imunizantes, o mais usado é o hidróxido de alumínio.

Origem dos produtos
Padronização da OMS - Cepas
Laboratórios Nacionais: Butantan, Biomanguinhos/FIOCRUZ, Ataulpho Paiva, Tecpar.
Laboratórios Internacionais : Aventis Pasteur, Merck Sharp&Dohme, GlaxoSmithkline.
Controle dequalidade: no Brasil cada lote de vacina, além de ser testado pelo laboratório produtor, antes de liberado para os serviços será analisado pelo INCQS (Instituto Nacional de Controle em Qualidade em Saúde) do Ministério da Saúde.

Associação de Vacinas:
• Combinada: dois ou mais agentes na mesma apresentação
• Simultânea: várias vacinas aplicadas em vias diferentes
A administração devários agentes imunizantes em um mesmo dia não aumenta a ocorrência de evento adverso e nem compromete o poder imunogênico que cada agente possui.

Contra indicações
As vacinas de vírus vivo atenuado ou bactéria atenuada não devem ser usadas na presença de:
• Imunodeficiência congênita ou adquirida
• neoplasias malignas
• uso de corticosteróide em doses altas ( equivalente a 2...
tracking img