Vacinas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 39 (9641 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1.00461.1000 Características Farmacológicas |
| É uma vacina de DNA recombinante contra a hepatite B, contendo antígeno de superfície purificado de vírus, preparada através do uso de células hospedeiras de H. polymorpha. A infecção pelo vírus da hepatite B é um problema atual de saúde, que pode resultar em doença aguda ou crônica do fígado. A infecção pode resultar em um estado crônico, quepode ser a causa de mais de 40 dos casos de carcinoma hepatocelular, e é provavelmente transmitido verticalmente da mãe para o neonato, tanto durante o nascimento como subseqüentemente com o contato materno mais íntimo. O único meio viável de prevenir a disseminação e as conseqüências de uma infecção crônica pelo vírus da hepatite B é a imunização ativa. O método clássico de produção de vacinasatenuadas ou inativadas foi falho devido ao fato de o vírus da hepatite B não poder ser propagado em culturas de tecidos. Partículas antigênicas não-infecciosas do vírus da hepatite B com dimensões de 22 nm, produzidas no processo natural de infecção, proporcionaram a única solução. A primeira vacina efetiva, um produto derivado do plasma e obtido de portadores crônicos do vírus da hepatite B,consiste de partículas antigênicas de 22 nm formuladas em alúmen como adjuvante. A eficácia deste tipo de vacina foi demonstrada tanto em populações adultas de alto risco, como em crianças recém-nascidas de mãe antígeno positivas. Enquanto ainda em uso, a vacina da hepatite B derivada do plasma possuía limitações com respeito ao programa de vacinação universal. Entre estas estão incluídas:disponibilidade limitada do soro de portadores crônicos, necessidade de uma purificação elaborada e procedimentos de inativação viral e preocupação à cerca da contaminação por outros patógenos humanos em potencial, associados ao sangue. A produção de HBsAg pela expressão de proteínas de superfície em hospedeiros heterólogos, via tecnologia do DNA recombinante, superou muitos dos problemas citadosanteriormente, nas vacinas derivadas do plasma. A escolha de hospedeiros é ditada pela exigência de que as proteínas recombinantes sejam produzidas em uma dada conformação particular e com a estrutura terciária em ordem, para mante a imunogenicidade em humanos. Vacinas produzidas utilizando sistemas encarióticos como por exemplo leveduras ou células mamíferas, capazes de expressar corretamente e produzir oHBsAg-recombinante, se mostraram efetivas contra a infecção pelo HBV e são largamente utilizadas para a imunização. Kore; Green Cross Corporation desenvolveu uma vacina DNA-recombinante com subunidade S para o tratamento da hepatite B, pela expressão em leveduras ( Hansenula polymorpha). É formulada como uma suspensão de antígenos adsorvidos em hidróxido de alumínio. Os processos de produção epurificação padronizados asseguram compatibilidade e qualidade dos diversos lotes da vacina. Em sua fabricação não são utilizados sangue ou qualquer outra substância de origem humana. |
|
www.pdamed.com.br/bulanv/pdamed
|
| |
|

-------------------------------------------------
Parte superior do formulário

Parte inferior do formulário-------------------------------------------------
Parte superior do formulário

Parte inferior do formulário
-------------------------------------------------
Parte superior do formulário

Parte inferior do formulário
-------------------------------------------------
Services on Demand
Article
* pdf in Portuguese
* Article in xml format
* Article references
* How to cite this article
* Curriculum ScienTI
*Automatic translation
* Send this article by e-mail
Indicators
* Cited by SciELO
* Access statistics
Related links
* Similars in SciELO
Bookmark
* Share on deliciousShare on googleShare on twitterShare on diggShare on citeulikeShare on connotea|More Sharing ServicesMore

* Permalink

História, Ciências, Saúde-Manguinhos
Print version ISSN 0104-5970
Hist. cienc....
tracking img