Vacinas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3994 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
2
INTRODUÇÃO:

Neste trabalho são descritas as características gerais de algumas doenças cujo controle, eliminação ou erradicação estão vinculados ao trabalho de vacinação.

Uma doença ocorre na população como resultado do acúmulo de suscetíveis. O indivíduo é parte de um grupo e, por isto, a sua resistência e suscetibilidade são fatores significativos que têm influência sobre aincidência da doença. Essas características tornam-se mais importantes no caso de agentes infecciosos que se transmitem de uma pessoa para outra. O agente não consegue se disseminar quando a proporção de pessoas imunes é elevada. Esta relação se aplica tanto a populações humanas ( imunidade de massa ) como de animais vertebrados ( imunidade de rebanho ).

Do ponto de vista do controle dedoenças específicas, como, por exemplo, o sarampo no homem ou raiva no cão, é importante saber, exatamente, que proporção da população deve ser imunizada para que seja interrompido o processo de expansão de uma infecção. Os dados disponíveis indicam que 85% de pessoas imunes são suficientes para cessar a transmissão da difteria, e que a circulação do vírus do sarampo é interrompida quando 95% dosindivíduos estão imunizados.















SUMÁRIO



INTRODUÇÃO.....................................................................................................2

INTRODUZINDO A IMUNOLOGIA: VACINAS ...........................................................3

SISTEMA IMUNOLÓGICO..........................................................................................5CÉLULAS DO SISTEMA IMUNE............................................................................6

ANTICORPOS..............................................................................................................8

VACINAS ..................................................................................................................10

CLASSIFICAÇÃO DAS VACINAS.........................................................................12

A REVOLTA DA VACINA..............................................................15

CALENDÁRIO DE VACINAS........................................................................17

CONCLUSÃO............................................................18BIBLIOGRAFIA......................................................................................................19





















3

INTRODUZINDO A IMUNOLOGIA: VACINAS

A necessidade de discutir sobre o sistema imunológico deve-se ao fato concreto de que vivemos em um mundo hostil, cercados por uma grande quantidade de agentes infecciosos e alérgicos, sob a forma de vírus, bactérias, e uma infindável gama de substâncias presentes nanatureza ou produzidas pelo homem, contra as quais desenvolvemos uma série de mecanismos de defesa.O termo imunidade é derivado do Latim immunitas que se refere às isenções de taxas oferecidas aos senadores romanos. Historicamente, imunidade representa proteção a doenças, mais especificamente doenças infecciosas. A imunologia é o estudo da imunidade, ou seja, os eventos moleculares e celulares queocorrem quando o organismo entra em contato com micro-organismos ou macromoléculas estranhas presentes no ambiente. A imunologia surgiu como ramo da microbiologia, desenvolvendo-se a partir dos estudos das doenças infecciosas e das respostas do organismo a estas doenças.

Os conceitos de contágio e a teoria dos germes como causadores de doenças são atribuídos a Girolamo Fracastoro, um colegade Copernicus, na Universidade de Pádua por volta de 1546. É importante ressaltar que a imunologia, como ciência teve início com os trabalhos desenvolvidos por Edward Jenner, em 1798. Ele observou que pacientes que sobreviviam à varíola, não mais contraíam a doença. Em 1883, Elie Metchnikoff observou a fagocitose de esporos de fungos por leucócitos e lançou a hipótese de que a imunidade era...
tracking img