Vacinas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3452 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Índice

Introdução…………………………………………………………………………..………….……..…1

O que é uma vacina?.........................................................................2

Diferença entre Vacina e Antídoto …………………………………….…………………..….2

Composição das vacinas…………………………………………………………………….………2

Tipos de vacinas…………………………………………………..……………….…….…………...3

Vacinas Inactivas ouInertes…………………………….……………………………………3
Vacinas Vivas Atenuadas………………………………….…………………..……………..3
Vacinas produzidas por Recombinação Génica………………………..…………...4

Como são produzidas das vacinas ………………………………………………………..…..5

Como actuam as vacinas ……………………...………………..…………………….….….….6

Programa Nacional de Vacinação ……………………………………………………….…….8

Vacina contra o vírus do Papiloma Humano …………………………………………..….8

BCG (BaciloCalmette-Guérin) ou Vacina contra a Tuberculose……..…………….9

Vacinas por Gotas……………………………………………………………………………….……..9

Poliomielite e VIP…………………………………………………………………………..…..…..10

Zé Gotinha………………………………………………………………………………………..……..10

Vacina do Tétano ………………………………………………………………………..…………...11

Vacinas além do Plano Nacional de Vacinação ………………………………….………12

Uma vacina para o futuro……………………………………………………..…………..…….12

Conclusão ………………………………………………………………………………..………….….12

Anexos …….…………………………………………………………………………….……..…..…..13

Bibliografia ………………………………………………………………………………….…………….16

Introdução

O nosso trabalho é acerca da Vacinação.
Este tema foi escolhido porque, entre todos os temas apresentados, foi este que nos despertou mais atenção devido à importânciaque as vacinas têm nos dias de hoje.
A vacinação, para além da protecção pessoal, confere benefícios para toda a comunidade, pois é possível o bloqueio da disseminação da doença ou da sua erradicação quando grandes massas populacionais são vacinadas.
As vacinas são o meio mais eficaz e seguro de protecção contra certas doenças. Assim sendo, quem está vacinado tem maior capacidade deresistência na eventualidade da doença surgir.
As estatísticas comprovam que as vacinas salvam mais vidas do que qualquer outro tratamento médico.
Para a ocorrência desta vacinação em massa deve-se cumprir o calendário de vacinação recomendado pelo Programa Nacional de Vacinação, que explicaremos mais à frente e onde todas as vacinas aconselhadas são administradas gratuitamente em centros de Saúde,Hospitais e outros serviços de Saúde devidamente autorizados.
O cumprimento deste plano deve iniciar-se nos primeiros dias de vida. Para termos uma noção, pouco depois dos 6 meses de idade as crianças já estão protegidas contra sete doenças de infância e aos 15 meses esse número atinge as dez doenças contra as quais a criança está protegida.

O que é uma vacina?

Uma vacina é umasubstância derivada ou quimicamente semelhante a um agente infeccioso particular causador de doença que é utilizado para criar uma imunização activa artificial.
Esta substância é reconhecida pelo sistema imunitário do indivíduo vacinado e suscita da parte deste uma resposta que o protege de uma doença
associada ao agente e que será explorada detalhadamente um pouco mais à frente.
Asvacinas podem ser administradas por aplicação cutânea, por injecção subcutânea ou intramuscular ou ainda através de gotas por via oral.

Diferença entre Vacina e Antídoto

O antídoto é um fármaco (substância ou mistura) que age dentro do organismo para reverter o efeito do veneno, neutralizando quimicamente a substância nociva, enquanto que a vacina é uma substância derivada de um agenteinfeccioso que é utilizada para criar uma imunização activa artificial.
Por exemplo quando uma pessoa é mordida por uma Víbora portuguesa esta tomará um antídoto que irá revestir a mucosa gástrica de modo a formar uma barreira que actue contra a absorção do veneno.
Assim, é visível que, enquanto que as vacinas actuam como um modo de prevenção de doença, os...
tracking img