Uso suatentavel dos recursos florestais

Capítulo I
1. INTRODUÇÃO
O Homem depende dos recursos que existem em sua volta para a sua sobrevivência (SIMMONS, 2001). A relação estende-se desde o seu aparecimento no planeta e ascaracterísticas dessa relação alteram-se em decorrência do padrão técno-económico; a produção em grande escala dos bens para a sobrevivência do Homem, resulta na exploração indiscriminada dos recursos florestais. Noentanto, a preservação da biodiversidade é um dos mais relevantes problemas e desafios da sociedade actual.
As acções do Homem sobre os recursos florestais levam a constatação de que ele se esqueceude que o planeta terra levou mais ou menos 4.5 bilhões de anos para se formar. Pois, tomando em consideração os poucos milhões de anos da sua evolução, não justificam a gravidade dos problemas queele mesmo provocou e que atentam à segurança do planeta. A não incorporação de princípios ecológicos na exploração dos recursos, aliado à necessidade crescente de ascender economicamente e aliviar apobreza, implica a devastação crescente da cobertura florestal.
Devido ao facto de a natureza ter limites em relação ao uso de recursos e a ocupação dos sistemas naturais, surge uma nova proposta dedesenvolvimento, denominada “desenvolvimento sustentável”. Efectivar este propósito, significa fazer corresponder a conservação e uso sustentável dos recursos florestais com o progresso económico. Para oefeito, propõe-se um desafio orientado para a busca de soluções que possam assegurar o uso racional e promoção de um desenvolvimento sustentável dos recursos florestais.
Na Província da Zambézia,em particular no Distrito de Nicoadala, as florestas são recursos valiosos e acessíveis nas zonas rurais. As intervenções humanas ocorrem de forma desordenada e tendem à perda da biodiversidadeflorestal o que acarreta consequências ecológicas sérias. Dentre várias actividades realizadas, são apontadas, a exploração da madeira, lenha, a produção do carvão vegetal e as queimadas descontroladas...
tracking img