Uso do solo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2492 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ESCOLA DE ENGENHARIA DE PIRACICABA
FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ENSINO

ENGENHARIA AMBIENTAL

DISCIPLINA: USO OCUPAÇÃO E CONCERVAÇÃO DO SOLO
ALUNOS:
EBERSON DE ARAUJO GONZAGA RA:293101322
GUSTAVO PEROSI RA:290090738
RODRIGO S. BORTOLOTO RA:290071163
WILIAN RAFAEL C. MORAIS RA:293101321

PROF°: ROBERTO PADULA DE MORAES

Data: 20/11/2012

Sumário
1. Introdução 32. Formação do solo 3
3. Constituição do solo 3
4. Perda de Solo e Degradação 5
5. Degradação do solo 6
5.1 Erosão e desmatamento 7
5.2 Queimadas 7
5.3 Defensivos agrícolas 7
6. Técnicas de Conservação do solo 8
6.1. Plantio em nível 8
6.2. Rotação de culturas 8
6.3. Adubação verde 8
6.4. Plantio direto 9
6.5. Evitar a erosão 9
6.6. Terraceamento 9
7.Referências Bibliográficas. 10

1. Introdução

A vida humana e dos animais domésticos está diretamente associada a alguns materiais que são indispensáveis à subsistência. O ambiente adequado à sobrevivência deve ter ar puro, água e alimentos. O ar fornece o oxigênio necessário para satisfazer uma das funções orgânicas básicas que é a respiração. A água potável satisfaz às necessidadeshídricas e os alimentos são os combustíveis para o corpo. A fonte fornecedora desse combustível, que faz a máquina-homem ou animal viver, caminhar e exercer outras atividades é o solo. É desse ambiente que o homem retira direta ou indiretamente o seu alimento. O solo deve ser fértil, para atender às demandas da população, em quantidade e qualidade. Se o solo for deficiente em alguma substância química,as plantas nele cultivadas serão carentes dessa substância.

2. Formação do solo
O solo surgiu a partir da decomposição das rochas e resulta de algumas mudanças lentas que ocorrem nas mesmas. O seu processo de formação varia de região para região, conforme o tipo de clima, a presença de seres vivos e o tipo de rocha.Todo este processo leva muito tempo para ocorrer. Calcula-se que cadacentímetro do solo se forma num intervalo de tempo de 100 a 400 anos! Os solos usados na agricultura demoram de 3000 a 12000 anos para se tornarem produtivos.Sua composição é variável, pois o solo é formado pelo intemperismo do material original, que vai passando por transformações naturalmente ou por ação antrópica ao longo do tempo. O processo de decomposição rochosa que dá origem ao solo é oIntemperismo. Ele pode ser físico, as variações de temperatura causam as fraturas as rochas; químico, quando a água da chuva provoca as infiltrações e ataca os minerais e biológico, quando os seres vivos provocam as alterações.

3. Constituição do solo
O solo é constituído essencialmente por matéria mineral, matéria orgânica, água e ar.É considerado um sistema trifásico, pois se divide em trêsfrações.Os minerais originados das rochas estão presentes no solo sob várias formas e tamanhos. Alguns formam partículas tão pequenas que são quase impossíveis de serem vistas a olho nu. A textura do solo é determinada pelo tamanho e quantidade dos minerais presentes.
A matéria orgânica presente no solo é outro componente importante para vida de animais e plantas. É constituída por restos de plantas eoutros organismos, em estado mais ou menos avançado de decomposição (devida essencialmente à atividade de microrganismos). Esta se acumula principalmente na superfície dos solos, facilitando assim a penetração das raízes, a retenção da água e o arar dos solos. É rica em nutrientes, como o nitrogênio e o enxofre, que são fundamentais às plantas.A matéria orgânica que sofreu intensa decomposiçãoatravés de processos químico e biológico e atingiu certo grau de estabilidade é designada por húmus, uma camada de cor escura e heterogênea.
A água e o ar também compõem o solo e estão localizados em espaços vazios
denominados poros. São responsáveis pela hidratação e respiração de plantas e animais.A água desempenha uma ação fundamental na formação do solo e é indispensável à vida das plantas....
tracking img