Uso do lab de matematica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1881 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA
PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS
PROGRAMA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA
CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS E EDUCAÇÃO

CLÉLIA EUGÊNIA DE SOUSA LIMA

O USO DOS LABORATÓRIOS DE MATEMÁTICA COMO FACILITADOR DA APRENDIZAGEM

VITÒRIA DA CONQUISTA / BA
2012.2

CLÉLIA EUGÊNIA DE SOUSA LIMA

O USO DOS LABORATÓRIOS DE MATEMÁTICA COMOFACILITADOR DA APRENDIZAGEM

Projeto elaborado pela cursista, para fins avaliativos do Módulo Projeto do Curso Mídias e Educação, Turma 3, sob a orientação do Educador/Orientador Clóvis Piaú.

VITORIA DA CONQUISTA / BA
2012.2

SUMÁRIO

1 – INTRODUÇÃO 03
2 – QUESTÕES NORTEADORAS 04
3 – OBJETIVOS 05
3.1 – Objetivos Geral 05
3.2 – Objetivos Específicos 05
4 – REFERENCIAL TEÓRICO DAPESQUISA 05
5 – METODOLOGIA 07
REFERÊNCIAS 08

1 – INTRODUÇÃO

O mundo está em constante mudança devido, dado o grande e rápido desenvolvimento da tecnologia: máquinas de calcular, computadores, passaram a ser instrumentos do dia-a-dia que estão ao alcance de toda a população, independente do nível social, cultural ou econômico de nossos educandos. A escola como instituição social, deve buscartodas as formas e considerar todos os meios para repensar a dinâmica do conhecimento, visando uma aprendizagem de qualidade, voltada para o cotidiano, onde o educando aprende a manusear o material e obter uma aprendizagem com compreensão. Para acompanhar essa rápida mudança, passa a ser necessário estudar e pesquisar como deveria ser a escola, as disciplinas e a disciplina matemática.
Nas últimasdécadas, muitos pesquisadores da área da psicologia cognitiva se dedicaram a estudar e a pesquisar como as crianças e jovens aprendem? Como transferem a aprendizagem para resolver situações-problema? Como constroem conceitos? Qual é a maturidade cognitiva necessária para se apropriar, com significado, de determinados conceitos matemáticos?
Os avanços conquistados pela Educação Matemática revelamque a aprendizagem significativa de conteúdos exige mudanças de paradigmas, essas modificações vão colocar o educando como agente ativo e transformador do conhecimento.
“A escola precisa exercitar as novas linguagens que sensibilizam e motivam os educandos, e também combinar pesquisas escritas com trabalhos de dramatização, de entrevista gravada, propondo formatos atuais como um programa derádio uma reportagem para um jornal, um vídeo, onde for possível. A motivação dos educandos aumenta significativamente quando realizam pesquisas, onde se possam expressar em formato e códigos mais próximos da sua sensibilidade. Mesmo uma pesquisa escrita, se o educandos puder utilizar o computador, adquire uma nova dimensão e, fundamentalmente, não muda a proposta inicial”. (MORAN, 2000, p. 23)Incorporar material didático/concreto às práticas e processos educativos pode constituir dinamismo, promoção de novos e constantes conhecimentos, e mais que tudo, intensificar o prazer do estudar, do aprender, criando e recriando, promovendo a verdadeira aprendizagem e renascimento constante do indivíduo, proporcionando uma interatividade bem mais verdadeira. Por isto é necessário possibilitar aoseducadores que se apropriem das ferramentas pedagógicas e construam com seus educandos o material para a busca do aprendizado significativo. É fundamental que os educadores busquem conhecer as novas formas de aprender e de ensinar, bem como de produzir, comunicar e representar conhecimento.
Tanto ação quanto a manipulação são fundamentais e necessários para a aprendizagem matemática. Assim sendo, oeducador de matemática deve privilegiar as atividades que envolvam jogos, materiais manipuláveis e outros que favoreçam a “descoberta” pelos educandos, dos conceitos matemáticos a partir do uso desses materiais.
Segundo FIORENTINI (1995, p. 12),
O papel da pesquisa no seio desse ideário, portanto consistiria de um lado em investigar o que o educando pensa, gosta, faz e pode fazer (nas...
tracking img