Usinagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1486 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de junho de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FRESAGEM 1. Introdução

(Abr 2007)

Usinagem realizada com ferramenta multicortante, chamada fresa, em máquina fresadora. Alta produtividade. Ferramenta possui movimento de rotação (corte) e peça (fixada a uma mesa) possui movimento de avanço.

Tipos de movimento da mesa: – discordante: sentido de rotação oposto ao movimento de avanço – concordante: mesmo sentido de rotação e avançoGeralmente movimento da mesa é dado por fuso. No movimento concordante a ferramenta empurra a peça/mesa contra a folga do fuso levando a movimentos irregulares da peça/mesa e pior acabamento, o que não ocorre no movimento discordante.

1

2.Fresadoras Horizontal: eixo-árvore (eixo da ferramenta) é paralelo à mesa da máquina

Vertical: eixo-árvore é perpendicular à mesa da máquina

Universal:possui um eixo vertical e um eixo horizontal 3. Fresas e ângulos de cunha Tipo W: para usinar alumínio, bronze, plásticos. Menor número de dentes para permitir a saída de grandes cavacos. Tipo N: para materiais de média dureza (aços baixo teor de carbono) Tipo H: para materiais duros (aços alto teor de carbono)

2

4. Fresas e geometrias Fresas de perfil constante: para abrir canais, gerarengrenagens (fresa módulo).

Fresas planas: para usinar superfícies planas, abrir rasgos.

Fresas angulares: rasgos prismáticos (por exemplo encaixe do tipo rabo de andorinha)

3

Fresas para rasgos: rasgos de chaveta, ranhuras, perfil T.

Fresas de dentes postiços: dentes são pastilhas de metal duro fixadas por parafusos

Perguntas: 1. Qual é a relação entre material a ser processado,ângulo de cunha e número de arestas de corte da fresa?

2. Quais são as vantagens da utilização da fresa de dentes postiços em relação a uma fresa comum?

5. Parâmetros de corte A velocidade de corte depende do: – material a ser usinado – material da ferramenta – tipo de trabalho da fresa (desbaste ou acabamento)

4

Valores são tabelados. Velocidades de corte para acabamento são maioresque de desbaste (mas profundidade de corte e avanço são menores). A partir da velocidade de corte e do diâmetro da fresa, calcula-se a rotação necessária no eixo-árvore.
n= Vc d

Exemplo: ferramenta de aço rápido, usinagem de aço de 100Kgf/mm2 , desbaste de 5 mm, diâmetro da fresa de 40mm. De tabelas da ferramenta encontra-se velocidade de corte de 20m/min. V 20 n= c = ⇒ n=159 rpm  d  40.10−3Deve-se adotar a rotação mais próxima disponível pela máquina (por exemplo 120 ou 210 rpm). O avanço da mesa é obtido a partir do avanço por dente sendo que esse último valor é tabelado e depende do tipo de fresa, do material a ser usinado e do tipo de operação (desbaste ou acabamento).
a v =a d. Z

onde:
– – –

a v avanço por volta a d avanço por dente Z número de dentes a m=a v . nonde:
– –

a m avanço da mesa n rotação

Exemplo: fresa cilíndrica DIN884, usinagem de aço de 100Kgf/mm2, desbaste de 5mm. De tabela da ferramenta obtém-se o avanço por dente de 0,22 mm Se a fresa possui 8 dentes e a rotação é igual a 120 rpm:
a v =a d. Z =0.22.8 ⇒ av =1,76 mm a m=a v . n=1,76. 120⇒ a m=211,2 mm/min

Obs: A profundidade de corte não deve ultrapassar a um terço da altura dafresa. 6. Fresagem de superfícies planas Duas formas: – fresagem tangencial: eixo-árvore é paralelo à superfície em usinagem. – fresagem de topo: eixo-árvore é perpendicular a superfície em usinagem. Cada uma das formas pode ser realizada tanto em fresadoras verticais como em fresadoras horiozontais. 5

horizontal, tangencial

vertical, de topo

vertical, tangencial

horizontal, tangencial(esquerda) e de topo (direita)

Pode-se usinar superfícies planas inclinadas com a inclinação: – da mesa da fresadora – do cabeçote da fresadora

7. Fresagem com simetria radial: Fixa-se a peça em aparelho divisor ou mesa divisora.

aparelho divisor

mesa divisora

6

Com esses dispositivos é possível rotacionar a peça em ângulos conhecidos dividindo a circunferência em uma...
tracking img