Usinagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1693 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Operação de serramento

1- Introdução:
O corte de metais e outros materiais é uma das operações mais largamente aplicadas,
sendo na maioria das vezes a primeira operação do processo de fabricação, responsável por dividir a matéria prima, que é adquirida em chapas, barras ou tarugos.
Existem diversas formas de se realizar uma operação de corte, que dependem das
características domaterial. Processos que utilizam oxiacetilênio, laser, plasma, jato d’água (puro ou com abrasivos) são tratados como processos não convencionais de usinagem pois não usam cunha cortante, e não serão abordados. Com exceção do oxiacetilênio são processos de alto custo e de aplicação em circunstâncias específicas.

1.2- Corte com lâminas sem dentes:
Para chapas finas (até 1 mm) emprega-se a tesouramanual. Há tesouras específicas para
efetuar cortes retos e outras para cortes curvos. Para chapas entre 1 e 1,5 mm utiliza-se a tesoura de bancada. Para chapas acima de 1,5 mm recomenda-se o uso de guilhotinas.

1.3- Corte com lâminas dentadas (serras):

Em trabalhos de manutenção a operação de serrar pode ser feita à mão, com um serrote
(madeira) ou com um arco de serra. O uso de cinzel (outalhadeira) também pode
ocorrer.
Situação de maior produtividade como é mais comum na indústria, necessitam do auxílio de máquinas. As máquinas podem utilizar três tipos de lâminas dentadas. São elas a serra circular, a serra de fita e a lâmina de serrar.

1.4- Classificação das máquinas de serrar:

As máquinas de cortar podem ser classificadas em:

Serras alternativas: Horizontal ouVertical.
Serras circulares: Metálicas, Guia retilínea, Braço oscilante e Disco abrasivo.
Retilínea contínua: Serra de fita (Horizontal e Vertical), Fita de fricção (Horizontal e Vertical).

1.4.1 – Serras alternativas

A figura 1.1 apresenta o aspecto geral de uma serra alternativa. A peça é fixada através
de uma morsa de grande faixa de ajuste. A lâmina é presa ao arco sob tensão. Normalmente háum batente ajustável para posicionar a matéria prima sempre no mesmo comprimento.

Figura 1.1 – Serra alternativa.

Um dispositivo regulável possibilita ajustar o momento do desligamento da máquina,
permitindo que cortes incompletos sejam executados. Após o encerramento do corte a lâmina volta para a posição inicial. Durante o corte, além do movimento alternativo,observa-se que durante o avanço a lâmina é pressionada contra a peça e durante o retorno a lâmina é levemente afastada. Desta forma reduz-se o atrito desnecessário, aumentando a vida útil da lâmina.

1.4.2 – Serra circular

A serra circular consiste em um eixo animado de movimento de rotação sobre o qual gira um disco dentado. A serra pode ser fixa, e neste caso o movimento de avanço érealizado com a peça. Em outra situação a serra é que fornece o movimento de avanço, e nesta situação a peça é que é fixa. A figura 1.2 ilustra a aparência geral de uma serra circular além de apresentar em seu lado esquerdo duas formas de se movimentar a serra: guia retilínea e braço oscilante.



Figura 1.2 – Serra circular e formas de movimentação da serra.1.4.3 – Serras de fita

A serra de fita, também chamada de fita dentada, normalmente é adquirida em rolos e
cortada no tamanho desejado. São amplamente utilizadas, pois além de cortar em linha reta, como nos outros tipos de serra, podem serrar contornos. Possui dispositivos para cortar, soldar, revenir e retificar a fita que pode-se romper com relativa facilidade.

A figura 1.3 exibe umamáquina vertical à esquerda (com detalhe ao centro) e uma
horizontal à direita. Observe que na máquina vertical o avanço é da peça contra a serra, e por meio de esforço do operador. Já, na máquina horizontal, a peça é fixada em uma morsa e um sistema hidráulico realiza o avanço da serra contra o material. Pode-se executar operações de polimento através da substituição da fita dentada por uma...
tracking img