Universidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1457 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
3. As invasões e a formação do dualismo institucional sistemático
Após as primeiras invasões consolidas, a unidade político, econômico e militar do império fora bastante fragmentada, é importante frisar que a desagregação romana não pode ser considerada fruto apenas das invasões bárbaras, como bem cita Dawson: "efetivamente a dissolução do sistema imperial e o nascimento de novos Estadospoderiam muito bem ter acontecido mesmo sem a intervenção dos invasores bárbaros".
Logo, as províncias caíram em desordem e confusão endêmica, sua administração tradicional perdeu o rumo; "a rebelião social e o banditismo reinaram por áreas imensas; culturas locais arcaicas e sepultadas vieram a superfície, e a pátina romana ruiu nas mais remotas regiões. Na primeira metade do século V a ordem imperialfoi dissipada pelo influxo dos bárbaros por todo o Ocidente".
Os povos bárbaros que penetraram o Ocidente romano, apesar de questões como as do contato anterior - não se pode dispensar a dinâmica própria também destes povos -, ainda eram comunidades primitivas extremamente incipientes, fora necessária a construção de um novo universo político que fosse capaz, mesmo que artificialmente, de criaruma série de questões necessárias para comportar os dois modelos em oposição, uma espécie de tarefa de fusão. Portanto, não tendo instituições próprias para tal tarefa, os bárbaros adotaram o que estava mais próximo do seu alcance, e que bem ou mal havia funcionado por longo tempo, adoram algumas estruturas romanas. "Dentre as muitas instituições romanas que passaram a se servir, os germânicos eramespecialmente fascinados pela idéia imperial. Nos primeiros tempos nenhum rei bárbaro ousou reivindicar o título de imperador, que se reconhecia pertencer legitimamente ao governante do Império Bizantino. Isso não impediu, contudo, que o rei ostrogodo Teodorico (474-526) pensasse numa espécie de confederação germânica sob o domínio do seu reino. Mas parecia cedo para avançar neste caminho".Estadescrição acentua a existência de uma "autonomia relativa" entre os próprios povos germânicos, e entre os romanos. Também, a heterogeneidade demográfica das invasões, o local de instalação de cada povo bárbaro estava muito longe de seu ponto de partida. Como resultado disto, o bando de colonos germânicos das diversas áreas, tiveram sério problema demográfico na ocupação do Império, forte isolamentorelativo e fraqueza institucional. Assim, descreve-se outro fator que tenta explicar porque eles apoiaram-se com muita força nas estruturas imperiais, que paradoxalmente preservaram, combinando-as sempre que possível com as germânicas. Formou-se um dualismo institucional e sistemático.
A primeira questão que os invasores voltaram sua preocupação foi a econômica, a disposição econômica dasterras. Ao início adotou-se algumas práticas romanas, que eram familiar particularmente a alguns soldados germânicos. Nitidamente, apontou-se em direção de um futuro social aguçadamente diferenciado. Os visigodos, borgúndios e ostrogodos imporam aos proprietários romanos o regime de hospitalitas. Esta distribuição, por meio de hospitalidade afetava ligeiramente pouco a estrutura da sociedade romana,dado até pelo pouco número de conquistadores barbaros envolvidos. Agora, para os germanos, o efeito fora mais drástico, os pactos entre germanos e bárbaros sobreviventes, envolviam apenas duas pessoas: o proprietário de terras de província e um sócio germânico. Segundo Thompson, daí por diante se parece provável que as terras tenham sido tomadas por clãs de nobres, que então instalavam os soldadosrasos tribais como rendeiros seus ou então como pequenos proprietários pobres. De tal maneira que os primeiros se tornaram de um só golpe iguais sociais da aristocracia provincial, enquanto os últimos iriam cair direta ou indiretamente na dependência econômica deles. Dentro de mais ou menos uma geração, uma aristocracia estava consolidada sobre a terra, com um campesinato dependente abaixo dela....
tracking img