Unit

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1065 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE TIRDENTES
ENGENHARIA DE PETRÓLEO

ALANA TAYNARA FORTUNATO MENEZES

VERIFICAÇÃO DO VOLUME DE UMA VIDRARIA

Aracaju
Março, 2012
ALANA TAYNARA FORTUNATO MENEZES

VERIFICAÇÃO DO VOLUME DE UMA VIDRARIA

Relatório apresentado como requisito
parcial de avaliaçãodadisciplina
Química IV,ministrado pelo
Prof.Rui Jesus Lorenzo Garcia,
no4º período.

Aracaju
Março, 2012SUMÁRIO

Página

01. OBJETIVO.............................................................................................. 4
02. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA......................................................4
03. EQUIPAMENTO...............................................................................4
04.PROCEDIMENTO.............................................................................5
05. RESULTADOS E DISCUSSÕES......................................................5
06. CONCLUSÃO..................................................................................10
07. REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS...............................................10

* OBJETIVO
Verificar a medida de determinados volumes contido nas vidrarias.

* FUNDAMENTAÇÃOTEÓRICA

A execução de qualquer tarefa num laboratório envolve geralmente uma variedade de equipamentos, que devem ser empregados de forma adequada, para evitar danos materiais e pessoais. A escolha de um determinado aparelho, vidraria ou material depende dos objetivos e das condições em que o experimento será realizado. Desta forma é necessário que o individuo observe se não há bolhas nosrecipientes, se o uso do instrumento está correto, até mesmo se o o instrumento está sujo, para não causar erros durante o processo de calibração.
Os líquidos são medidos em aparelhos denominados volumétricos em que confere a determinada capacidade de volume. São utilizados dependendo da necessidade de maior ou menor precisão. Na medida de volume de um líquido, compara-se seu nível com os traçosmarcados do aparelho. Lê-se assim o nível do líquido, baseando-se no menisco que é a superfície curva do liquido, ou seja, para efetuar a medida correta dos aparelhos volumétricos como proveta, pipeta volumétrica, bureta, devemos ter uma atenção especial, pois ela deve ser efetuada pela parte de baixo do mesmo.

* EQUIPAMENTO
* Pipeta Volumétrica 10ml
* Pera
* Becker 50 ml
*Balança Analítica
* Balão Volumétrico 100ml
* Água Destilada

* PROCEDIMENTO
Mediu-se a massa do pesa-filtro vazio; Em seguida encheu a pipeta com água destilada até acima do menisco; Secou-se a ponta da pipeta com pedaço de papel toalha; Ajustou-se o menisco com a marca da pipeta; Deixou escoar a água pra dentro do Becker, mantendo a pipeta vertical durante o escoamento com a pontaencostada na parede do recipiente; Mediu a massa do becker + água; E repetiu o experimento 6 vezes obtendo os seguintes valores:
1ª medida | 2ª medida | 3ª medida | 4ª medida | 5ª medida | 6ª medida |
9,98 g | 9,90 g | 9,89 g | 9,91 g | 9,94 g | 9,93 g |
Tabela 1: Medidas do Volume da Pipeta Volumétrica
Repetimos o experimento agora com o balão volumétrico de 100 ml e obtivemos os seguintesresultados:
1ª medida | 2ª medida | 3ª medida | 4ª medida | 5ª medida | 6ª medida |
99,84 g | 99,93 g | 99,94 g | 99,92 g | 99,84 g | 99,86 g |
Tabela 2: Medidas do volume do Balão Volumétrico

* RESULTADOS E DISCUSSÕES
Depois da coleta dos dados foi calculado a media da massa, a variância, desvio padrão e o volume real a partir das seguintes fórmulas:
O cálculo do valor médio damassa da pipeta volumétrica foi feito da seguinte forma:
ӯM=y1+y2+…+Ynn= i=1nxin
(Equação 1)

ӯM=9,98+9,90+9,89+9,91+9,94+9,936
ӯM=9,925 g
A partir do valor médio calculado podemos calcular a variância da pipeta:
s=i=1n(y-Mӯ)2n-1
(Equação 2)
s= 0,000892

Desta forma, podemos calcular o desvio padrão:

S=i=1n(y-Mӯ)2n-1
(Equação 3)
S=0,02987

Portanto para calcular o volume real é...
tracking img