Uml 2.0 artigo copiado

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5603 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UML 2.0 - Unied Modeling Language 2.0
António Mota, Hugo Valente, Ivo Navega,
Pedro Pacheco, Tiago Silva, José Pacheco

Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto,
Rua Dr. Roberto Frias, s/n 4200-465 Porto PORTUGAL

Em Junho de 2001, foi iniciado um OMG Request for Proposal, tendo em vista uma reformulação da linguagem UML. Foi assim
iniciado o desenvolvimento da UML 2.0, quecontou com a colaboração
de mais de 50 empresas, que forneceram as suas melhores tecnologias
e práticas. Em Agosto de 2003, foi ocialmente adoptada a sua especicação nal. Espera-se que esta linguagem tenha um grande efeito em
propósitos de estandardização e precisão, tendo como consequência uma
revolução na indústria de desenvolvimento de software.
Este artigo pretende dar a conhecer asprincipais diferenças, inovações,
novas especicações, e alterações nas normas relacionadas (XMI, OCL e
MOF), da UML 2.0 relativamente às versões anteriores.
Resumo

1
1.1

Introdução
O que é UML?

A linguagem de modelação unicada (UML) [1] é uma linguagem gráca para
a visualização, especicação, construção e documentação de artefactos de um
sistema (preferencialmente) com uma componenteintensiva de software, apesar
de actualmente já possibilitar a modelação de sistemas que não sejam baseados
em software. Quando se pensa em projectar algo de novo, torna-se conveniente
recorrer a modelos que representem aquilo que irá ser desenvolvido. Esses modelos constituem assim uma representação abstracta de uma realidade projectada
para o futuro. A UML oferece uma forma standard de criaresses modelos, permitindo a simplicação do complexo processo de concepção de software através
do uso de uma forte componente gráca (tirando partido da imagem como elemento de comunicação) e a utilização de um conjunto limitado de símbolos.
Teve a sua origem na Rational Software, sendo no entanto agora administrada
pelo Object Management Group (OMG).
De seguida referem-se algumas das suascaracterísticas:

 É apenas uma sintaxe

 a UML é apenas uma linguagem. Diz quais os

elementos de modelação, os diagramas disponíveis e as regras a eles associados. Não diz quais os diagramas a criar nem quando. Isso diz respeito à
metodologia usada: Rational Unied Process (RUP), Feature Driven Devel-

opment (FDD), etc..

 É abrangente  a UML pode ser usada para modelar uma grandevariedade
de sistemas e está concebida para poder ser actualizada de modo a satisfazer
qualquer requisito de modelação.

 É independente da linguagem usada

 a UML é independente da lin-

guagem de alto nível a usar no código (Java, C++, etc).

 É independente do processo de criação dos modelos

 o processo

pelo qual os modelos são criados é independente da denição dalinguagem.
É necessário um processo desses para além do uso da UML por si só.

 Independente da ferramenta usada  a UML faculta uma grande margem
de manobra para a criatividade usada na criação de ferramentas de modelação visual com UML, já que esta linguagem é independente da ferramenta
usada (Visio, Rational Rose, etc).

 Linguagem bem documentada  o guia de notação da UML está disponívelcomo referência para todas as sintaxes disponíveis na linguagem.

 A sua aplicação não é rígida

 o guia da notação UML não é suciente

para que se saiba usá-la, já que se trata de uma linguagem de modelação
genérica que por isso necessita de ser adaptada a cada situação em particular.
O uso de qualquer uma das ferramentas que suportam a UML permite analisar os requisitos futuros daaplicação e conceber uma solução que os contemple,
representando os resultados através dos 13 diagramas standards da UML 2.0.
Esses diagramas podem ser divididos em três grupos:

 Diagramas de estrutura

 diagrama de actividades, máquina de estados

e casos de utilização;

 Diagramas de interacção

 diagrama de comunicação, vista geral de in-

teracção, sequência e temporal;

...
tracking img