Umidade em alimentos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2298 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Análise de Alimentos
Prof. Dr. Leandro Marelli de Souza
marelliuenf@hotmail.com

Aula 1
Plano de ensino;
Importância da análise de alimentos;

Fluxogramas e definições.

Controle de qualidade;
Processamento;
Armazenamento de alimentos
processados;
Composição química;
Propriedades
físicas,
químicas e toxicológicas;
Produtos de química fina.
A análise de alimentos relaciona-secom tudo aquilo que, de
alguma forma, é alimento para os seres humanos, tem a ver com o
alimento desde a produção, coleta, transporte da matéria-prima,
até a venda como alimento natural ou industrializado.

Carboidratos
Lipídeos
Proteínas
Vitaminas
Minerais
Análise de Alimentos

Fibras

É a disciplina científica que estuda os alimentos e sua
composição química.

Objetivos:Controle de qualidade de rotina;
rotina;
Checar desde a matéria-prima ao produto
acabado,
passando pelos diversos estágios do
processamento.

Fiscalização:
Utilizada para verificar o cumprimento da legislação
(métodos analíticos precisos e exatos, oficiais).

Pesquisa:
Desenvolver ou adaptar métodos analíticos e
exatos, precisos, sensíveis, rápidos, eficientes, simples e de
baixo custo. ANÁLISE
ANÁLISE QUÍMICA: obtenção da informação confiável
informação

Amostragem
Representativa

ANTES

Equipamento
Equipamento
Compatível
Reagente
Certificado

Analista
Capacitado

Informação
Confiável

Padrões
Rastreáveis

DURANTE

Método
Validado
Calibração
Atualizada

Registro
Interpretado

DEPOIS

ANÁLISE
ANÁLISE QUÍMICA
Informação confiávelacompanhada de
bons
bons resultados
PRECISOS
PRECISOS E EXATOS

PRECISÃO
PRECISÃO
Indica a concordância entre diversas determinações da
mesma quantidade. Usado para indicar a
reprodutibilidade, ou ainda a repetibilidade de
resultados individuais dentro de uma série de medidas.
medidas.

EXATIDÃO
EXATIDÃO
Indica a concordância entre o valor medido e o valor
normalmente aceito para aquantia. Representa a
fidelidade da medida, isto é, o grau de coerência do valor
verdadeiro.
experimental com o valor verdadeiro.

Boa
Boa precisão e exatidão ruim

ERRO
Boa precisão e boa exatidão

ACERTO

EXERCÍCIO
EXERCÍCIO
Valor Verdadeiro
Método I
Método II
Método III

Erros em análise química
Toda medida possui alguma incerteza, o erro
experimental. As conclusões podemser expressas com um
alto ou baixo grau de confiança, mas nunca com certeza
absoluta.
Erros
Erros grosseiros:

Leandro Marelli está grávido!
Erros sistemáticos:

Erros
Erros determinados.
Erros aleatórios:

Erros indeterminados.

Erros
Erros sistemáticos:
Surge devido a uma falha de um equipamento ou na falha
no projeto de um experimento. Se realizarmos o
experimento novamente,exatamente da mesma maneira, o
erro é reprodutível.
O erro sistemático pode ser descoberto e corrigido,
embora isso possa não ser fácil.
Exemplo:
Exemplo:
O uso de um medidor de pH não calibrado;
Utilização de uma pipeta volumétrica não aferida.

Erros
Erros aleatórios:
Resulta dos efeitos de variáveis que não são controladas
nas medidas. A probabilidade de o erro aleatório serpositivo
ou negativo é a mesma.
Ele
Ele está sempre presente e não pode ser corrigido.

Exemplo:
Exemplo:
A leitura de uma escala, o ruído elétrico de um
instrumento.

EXERCÍCIO
EXERCÍCIO
Um técnico de laboratório executou uma análise de sacarose em uma solução
padrão utilizando dois métodos analíticos diferentes, em triplicata, e obteve os
seguintes resultados:
Método A: 15,5 %; 15,4%e 15,6%

Método B: 15,0%; 16,0% e 15,5%

Sabendo-se que o valor verdadeiro da solução para a concentração de sacarose é
igual a 15,5%. Assinale a alternativa correta:
a) O método A é mais preciso que o método B, porém é menos exato que B;
b) O método A é mais preciso que o método B e apresenta a mesma exatidão do
método B;
c) O método B é mais preciso que o método A, porém é menos exato...
tracking img