Uma doença chamada dtm

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1388 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Uma doença chamada DTM
17 de agosto de 2010
Sempre preocupada com a saúde e o bem-estar da população, há uma área na odontologia que trata de problemas na ATM, mais conhecida como Articulação Temporomandibular, que liga a mandíbula ao crânio e possibilita os movimentos na boca.

Fonte: Correio Braziliense
Cerca de 40 a 70% da população apresentam ao menos um sinal e 33% ao menos um sintomade uma disfunção nessa articulação chamada Disfunção Temporomandibular (DTM) sofrendo de dores de cabeça freqüentes, dor no ouvido, ruídos nos movimentos da boca, dor na face, nos dentes, nuca e ombros, zumbido, dificuldade para mastigar, falar, deglutir ou bocejar, irritabilidade, desvio e limitações dos movimentos mandibulares, entre outros sintomas. E as mulheres são as principais vítimas dapatologia, segundo um estudo realizado pela Organização de Saúde de Seatle – EUA que mostrou que 85,4% dos 3.428 pacientes que procuraram tratamento de DTM eram mulheres, e que a média de idade delas era de 34,2 anos.

Uma rotina cada vez mais estressante aliada a hábitos pouco saudáveis agrava o número de pessoas com a doença. O grande problema é que muitos pacientes não sabem que esses danospodem ser ocasionados por uma falha odontológica e podem passar anos procurando tratamento em lugares equivocados. Erros de diagnóstico e ingestão de medicação inadequada são comuns nesses casos.

Uma vez identificada, o tratamento da DTM é simples e contínuo. Deve envolver uma mudança comportamental por parte do paciente. Fatores emocionais, hábitos e vícios posturais, dentre outros, influenciammuito o resultado da terapia. É necessário comprometimento tanto da clínica quanto do paciente para que tudo corra da melhor maneira possível e o alívio perdure.

A DTM e o Beijo na Boca
18 de maio de 2011
Ninguém sabe, ninguém viu, o primeiro beijo da história. Ou pelo menos ninguém registrou ou sobreviveu para contar o que acontecia na época que igualmente ninguém sabe quando era. De acordocom a Wikipedia, o mais antigo relato sobre o beijo, que ainda não era esse beijo de língua que nós conhecemos, remontam ao ano 2500 a.C. nas paredes dos templos de Khajuraho, na Índia. Na revista Super Interessante é citado que o texto indiano Kama Sutra, escrito entre 400 e 200 a.C., foi um dos primeiros a apresentar uma versão amadurecida sobre o assunto detalhando, inclusive, ”os três tiposde beijo a que uma moça da época tinha acesso: o beijo “nominal”, no qual só poderia tocar a boca do amante com os lábios; o “palpitante”, que permite movimentar apenas o lábio inferior, e havia o de “toque”, no qual a moça está autorizada a passar a ponta da língua nos lábios do namorado.” (fonte)

Uma linda viagem é ir do nariz ao queixo bem devargazinho e parar no meio do caminho. (AutorDesconhecido)
No Brasil, a prática tem uma data oficial: 13 de abril. Todos sabemos que beijar faz bem, melhora o humor, queima calorias e movimenta 29 músculos da face, assim como a nossa tão conhecida articulação temporomandibular (ATM).

Muitos pacientes tem sérios problemas na hora de beijar na boca e não estamos falando de uma simples dor de cabeça que pode nos deixar sem vontade mas aindapermite que o beijo aconteça. Travamentos da mandíbula, estalos, limitações dos movimentos e consequente comprometimento da qualidade do beijo, dor, tudo isso pode acontecer na hora do beijo. Infelizmente, alguns parceiros podem não entender que, como diz a Gisela nesse link, tem dias que você não consegue beijar.

Tomar os cuidados necessários e realizar o tratamento corretamente é importante paraevitar que o prazer de beijar esteja comprometido. Explicar e ajudar o parceiro a entender melhor o que você passa também ajuda bastante, não só pela compreensão em si, mas porque ele, ou ela, pode ajudar e estimular o cultivo de hábitos saudáveis que fazem a diferença no tratamento da disfunção temporomandibular (DTM) e também na vida dos dois.

DTM não tem cura, tem controle.
27 de abril de...
tracking img