Uma breve reflexão sobre os impactos ambientais, sociais e econômicos decorrentes do cultivo da cana-de-açúcar para produção de etanol

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5508 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO

O presente artigo tem como objetivo apresentar uma breve reflexão sobre a realidade da produção do etanol brasileiro a partir dos impactos ambientais, sociais e econômicos decorrentes dos métodos adotados em sua cadeia produtiva. Além disso, o presente trabalho tem por justificativa o crescimento do setor sucroalcooleiro voltado para a produção de etanol, o qual se baseia em métodoscontrários ao conceito de sustentabilidade ambiental. Objetiva-se, então, fazer uma análise da viabilidade do uso da cana-de-açúcar como tecnologia limpa frente à realidade sócio-ambiental de sua cadeia produtiva no Brasil, por meio da identificação dos principais impactos sociais, econômicos e ambientais gerados por esta atividade e quais as alternativas para mitigação destes. O álcool comoalternativa sustentável ao uso de Petróleo e derivados é uma questão a ser discutida, não se pode afirmar com propriedade as vantagens ambientais obtidas pela produção de cana-de-açúcar, uma vez que da produção sucroalcooleira, derivam passivos socioambientais.

Palavras-chave: Cana-de-açúcar. Etanol. Produção. Impactos.


1. INTRODUÇÃO

O funcionamento da economia moderna depende diretamente doabastecimento de cinco vetores energéticos, quais sejam o carvão, o petróleo, o gás natural, a energia nuclear e a hidroeletricidade. Sendo que os quatro primeiros são fontes energéticas não renováveis, dispondo de reservas limitadas. E dentre todos os citados, o petróleo caracteriza-se como elemento base da matriz energética mundial.
No entanto, em razão do acelerado crescimento da demanda mundialpor energia nos últimos anos, evidenciou-se a limitada capacidade de produção, marcada pela subida do preço do barril de petróleo e pelo déficit de adequação da capacidade de refinação, gerando incertezas quanto ao suprimento futuro. Dessa forma, face ao não longínquo esgotamento do petróleo, vêm à tona discussões acerca da necessidade de uma mudança na matriz energética mundial, baseada no usode outras fontes de energia, de preferência, renováveis.
Neste contexto, destaca-se a realidade do ramo de combustíveis, uma vez que é altamente dependente dos produtos fósseis, derivados de fontes não renováveis, como é o caso da gasolina, produto derivado do petróleo, para atendimento ao setor de transportes, o qual se configura como um dos principais pilares da economia mundial.
Além doexposto, a instabilidade do mercado mundial do petróleo foi intensificada em razão das crescentes discussões acerca dos aspectos sócio-ambientais decorrentes da produção e utilização dos combustíveis fósseis, consolidadas com o Protocolo de Quioto, resultado da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança Climática – CQNUMC, no qual foram estabelecidas metas de redução das emissões de gasescausadores do efeito estufa.
Sendo assim, diante das incertezas quanto à oferta de petróleo e dos debates voltados à sustentabilidade ambiental, houve a ampliação dos investimentos em pesquisas e novas tecnologias para produção de combustíveis de origem vegetal, os chamados biocombustíveis, que têm se destacado como uma alternativa viável para ocupar maior espaço na matriz energética mundial.Desse modo, as oportunidades de expansão do mercado internacional para os biocombustíveis, em razão dos incentivos para a busca de energias renováveis em substituição aos combustíveis fósseis, como contextualizado acima, instigaram a produção de etanol no Brasil.
Neste contexto, o Brasil se firmou como o maior produtor de cana-de-açúcar do mundo, seguido por Índia, Tailândia e Austrália (ÚNICA,2005), tendo, inclusive, a cana-de-açúcar ultrapassado a energia hidráulica em importância na matriz energética brasileira, assumindo o segundo lugar, após o petróleo e seus derivados (ÚNICA, 2009).
Assim, buscando se destacar no cenário mundial de produção de biocombustíveis, o Brasil tem envidado esforços em tornar o etanol um dos produtos de maior evidência no tocante às suas exportações,...
tracking img