Uma analise da familia contemporanea

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1952 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
SERVIÇO SOCIAL

LARISSA SANTANA SANTOS

UMA ANALISE DA FAMILIA CONTEMPORÂNEA

Teixeira de Freitas
2010

LARISSA SANTANA SANTOS

UMA ANÁLISE DA FAMÍLIA CONTEMPORÂNEA

Trabalho apresentado ao Curso Serviço Social da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para as disciplinas de Psicologia Social, Filosofia, Sociologia, Fundamentos historicos,teoricos e metodológicos do Servico Social II

Profs. Lisnéia Rampazzo, Márcia Bastos, Sergio Barboza e Adarly rosana

Teixeira de Freitas
2010
Introdução

Ao falarmos sobre família é necessário visualizá-la como sendo uma instituição social que sofre constantes processos de transformações e adaptações desencadeados de acordo com os vários momentos históricos.
O espaço e o tempo indicamas diversas composições e finalidades que as estrutura familiares apresentam ao longo do seu processo de desenvolvimento. E mais, pelo fato das organizações familiares serem encontradas em todos os grupos sociais independente de sua cultura, podemos considerar que ocorrem evoluções locais que se movimentam por diversificados caminhos.
Entre as diversas formas de convivência familiar destacamos amonoparentalidade feminina, apesar de apresentar índices cada vez mais crescentes em diferentes segmentos sociais, ainda possui poucos estudos ao seu respeito, principalmente, os que estão desvinculados de idéias preconcebidas ao buscarem uma melhor compreensão das particularidades monoparentais.
Desta maneira, a família patriarcal está constituída não só dentro de uma relação de procriação noespaço do casal como igualmente numa sólida estrutura de relações econômicas e políticas, isto demarca a mudança da organização tribal para a doméstica.

Arranjos familiares e a monoparentalidade feminina
(Embora o modelo de família burguesa ou conjugal moderna predomine em nossa sociedade, nao podemos considerá-la como o único modelo familiar. O surgimento de novos arranjos familiares nos leve aconclusão de que o modelo de família nuclear burguesa ( ou moderna) encontra-se em crise. (LARSCH, 1991).)
Na década de 1950, o Brasil enfrenta diversas mudanças de ordem técnica e econômica, assim, o aumento da industrialização e da urbanização adicionadas a outros fatores, provoca profundas alterações na feição da sociedade. O acelerado processo de urbanização, a partir de1950, acompanhando aindustrialização e o crescimento econômico, trouxe consigo a mudança dos valores e a redefinição dos papéis.
A tecnologia evolui com maior rapidez, deste modo, incessantes transformações são vivenciadas na realidade social, visto que posições tradicionalmente rígidas não suprem as exigências da vida moderna, conclui-se que as relações humanas também são atingidas nas mais diferentes esferas davida familiar, modificando gradativamente estilos de vida e valores. Nos dia atuais é mais comum os arranjos familiares, mais ainda incomoda pois rompe o modelo de família nuclear, ainda considerado o modelo ideal por um grande numero de pessoas na nossa sociedade. No entanto, a multiplicidades de arranjos familiares é crescente e tem se tornado cada vez mais evidente, reiterando a idéia de que asdefinições de famílias são dinâmicas, temporárias e moldadas de acordo com os costumes e as idéias das sociedades, em determinados momentos históricos. As transformações na estrutura das famílias brasileira são facilmente percebidas e vivenciadas por um grande numero de pessoas, pois em um grupo social, é provável que exista homens e mulheres, solteiros, casados, viúvos, separados, divorciados, emsegunda núpcia com ou sem os filhos do casamento anterior, e ainda que façam parte da família unipessoal, monoparental, heteroparental ou homoparental, em diferentes classes sociais.
Dentre vários arranjos familiares já citados vou colocar em evidencia a família monoparental feminina. A existência da família monoparental que não detém a presença cotidiana do cônjuge masculino sempre se fez...
tracking img