Uma analise da familia contemporanea

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1617 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]


SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
SERVIÇO SOCIAL


CARLOS ALBERTO ALVES DA SILVA
KATIA BELA DOS SANTOS SOUZA
KEILA KARDOSO SANTOS
LIDIANI DA LIMA SILVA
LUCIANA SANTOS
MARIA DO SOCORRO PEREIRA ARAUJO
NOEMI DE SOUZA CERQUEIRA









endividamento das famílias brasileiras



















Feira de Santana
2012




CARLOS ALBERTOALVESDA SILVA
KATIA BELA DOS SANTOS SOUZA
KEILA KARDOSO SANTOS
LIDIANI DA LIMA SILVA
LUCIANA SANTOS
MARIA DO SOCORRO PEREIRA ARAUJO
NOEMI DE SOUZA CERQUEIRA












endividamento das famílias brasileiras








Trabalho apresentado ao Curso: Serviço Social, da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para a disciplina: Interdiciplinar.Orientador: Profs: Lisneia Rampazzo; Gleiton Lima; Rosane Bilieiro.









Feira de Santana

2012

SUMÁRIO



INTRODUÇÃO...........................................................................................................04

DESENVOLVIMENTO...............................................................................................05CONSIDERAÇÕES FINAIS.......................................................................................08

REFERÊNCIAL BIBLIOGRÁFICO............................................................................09



























































INTRODUÇÃO

O aumento na oferta de créditoconcedido pelo governo nos últimos anos, aliado ao crescimento da renda, principalmente nas classes de menor poder aquisitivo, vieram para suprir um déficit gigantesco de desejos e de consumo da população, que por consequência tornaram-se fatores que colaboraram para o crescimento do endividamento das famílias brasileiras.
Esse aumento de crédito, faz com que pessoas de classes maisdesfavorecidas tenham novas oportunidades em adquirir bens, como imóveis, carros e eletrodomésticos à longo prazo, fazendo com que o valor da parcela fique aparentemente dentro do valor esperado.
Nas entrevistas, com várias pessoas, percebemos que todas são unânimes num mesmo pensamento: as famílias brasileiras estão sujeitas ao endividamento quando o país deixa de crescer economicamentee o mercado de trabalho sofre uma redução na oferta de emprego.
Outro fato apontado, foi os juros dos bancos em declínio, facilidade no financiamento em várias parcelas, o ascendente incremento da oferta de créditos e não se esquecendo do efeito moral e psicológico do que causa o consumismo de querer sempre mais. Estas situações apontadas são verdadeiras “armadilhas”, para nossafamília brasileira, com a intenção de “empurrá-las” para serem mal credores e alimentadores de uma classe social que enrica cada vez mais com o recebimento do pagamento dos juros abusivos.
A respectiva produção textual tem como objetivo o de explanar a respeito do endividamento das famílias brasileira e as marcas causadas por tal consequência.DESENVOLVIMENTO

Hoje está tão fácil comprar, que quase todas as lojas já possuem o seu próprio cartão. Os bancos enviam, via correio, cartão sem mesmo o correntista solicitar. Os profissionais do ramo telemarketing ligam nas nossas residências e oferecem cartões com grandes facilidades de compra. Desta forma, percebemos a construção do processo de engendramento do sujeito consumir e seendividar-se. Relembramos o termo citado: as “armadilhas” para as famílias brasileiras.
Neste contexto, emerge a questão da importância do conhecimento de algumas áreas da ciência como o Direito, Educação, Psicologia e outras afins. Citamos a Psicologia, como a mais importante ciência, nesta pesquisa de campo, quando comparamos o serviço dos profissionais do marketing, da mídia e a...
tracking img