Uma ánalise da familia contemporanea

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2461 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
PAULO CESAR

UMA ÁNALISE DA FAMILIA CONTEMPORANEA



VITÓRIA DA CONQUISTA-BA
2011

Paulo Cesar

UMA ANÁLISE DA FAMÍLIA CONTEMPORÂNEA

Vitória da Conquista - BA
2011

1. INTRODUÇÃOUltimamente em decorrência das mudanças, no processo de globalização, com a chegada do capitalismo, interferiram diretamente na estrutura familiar, alterando o modo de vivencia, as relações entre os indivíduos que coabitam na mesma.
Tendo em vista que para a sociedade a família é um grupo social, uma instituição que se mais valoriza. A família que semprefoi vista como apoio, serve como base para a formação estrutural das crianças, no influenciando no desenvolvimento do caráter.
.


O QUE É FAMILIA?
Conjunto de pessoas que moram na mesma casa, com laços consangüíneos, que vivenciam, participam da mesma cultura. Instituição social, porque, é ela a base para a formação social do individuo.É um papel importante para a sociedade é responsável pela formação e desenvolvimento de crianças e adolescentes. Integrando-os na sociedade com valores morais e éticos, que certamente irá permanecer ao longo de suas vidas.
FUNÇOES DA FAMILIA
A função principal da família é proteger, de total responsabilidade no aprendizado, dando proteção e segurança assegurando queseus de direitos sejam prevalecidos.
OS TIPOS DE FAMILIA
1. Família monoparental
É formada pelos pais e apenas um dos genitores. Existe possibilidade que essa família ura ter problemas de relacionamento. Na maioria das famílias monoparentais, são lideradas por mulheres, sendo que na maioria são pobres. Não tem filhos em comum, o filho é apenas de um companheiro
2.Família nuclear
É família conhecida como tradicional. É o tipo mais comum formado por casal e filhos, é conjunto de membros.
3. Família recomposta
É formada por novos casais que certamente não tiveram êxito na primeira relação, então constroem uma nova relação. Todos moram na mesma casa. Podem ter filhos da relação antiga, por serem de paisdiferentes, de costumes diferentes, acabam entrando em conflito pela diferença de regras.

4. Família extensa
É a família tradicional, também chamada de nuclear, porém não formada apenas por pai, mãe e filhos, mas que se acrescenta pai ou mãe de um dos casais. Formando assim uma família extensa com encontro de gerações.
A família contemporâneaChegamos ao século XXI com a família pós-moderna ou pluralista, como tem sido chamada, pelos tipos alternativos de convivência que apresenta.
Antigamente a família tinha um chefe que era responsável pela despesa da casa, o patriarca da família. Que decidia tudo. O homem era visto pela sociedade como principal membro, a mulher era apenas vista como aquela que era responsável pelos cuidados do lar,do aprendizado dos filhos. A mulher não tinha voz ativa, repudiava seus sentimentos, submetia ao seu esposo seguindo os ensinamentos de seus pais, sua cultura fazia parte daquela época. Tendo que permanecer casada mesmo se o casamento não estivesse bem, era obrigada a permanecer na relação por conta da sociedade, pois naquele tempo a mulher separada era má vista pela sociedade, existia o fatorsocioeconômico, não tinha uma profissão, e por conta de criar filhos sem pais por perto poderia ser uma catástrofe familiar. Sendo assim a mulher era obrigada a exercer seu papel social, de esposa, mãe e passar aquela imagem acolhedora, mesmo estando sofrida por não exteriorizar seus sentimentos.
A necessidade da época era prevalecer à dignidade seguindo os preceitos...
tracking img