Um testemunho sobre a js – anos recentes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5196 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Um testemunho sobre a JS – anos recentes
O texto que escrevo visa retratar a Juventude Socialista (JS) através do seu papel em alguns episódios marcantes ocorridos de 2004 até 2010, período durante o qual o Partido Socialista passou de oposição a Governo e algumas propostas defendidas pela JS foram concretizadas. Mais do que caracterizar formalmente a organização ou descrever exaustivamentetodos os momentos vividos, eleições ocorridas, ou propostas apresentadas, pretendo explicar a importância da organização através da sua acção.
Em 2004, a JS, que tinha como Secretária-Geral Jamila Madeira, lançou um livro intitulado “Juventude Socialista – 30 anos de Estórias de Portugal e do Mundo”, que procurou descrever toda a história da organização, dos seus protagonistas e das principais lutaspolíticas, de 1974 a 2004. Deste modo, a minha abordagem corresponderá ao período posterior ao relatado nesse livro.
O período em breve análise
A 17 de Julho de 2004, foi eleito Secretário-Geral da Juventude Socialista Pedro Nuno Santos, com a moção global de estratégia “Uma JS”. O XV Governo Constitucional tinha acabado de terminar o seu mandato por demissão do Primeiro-ministro, DurãoBarroso, que seria indigitado Presidente da Comissão Europeia. Como consequência, o XVI Governo Constitucional, com Pedro Santana Lopes como Primeiro-ministro, tomou posse nesse mesmo dia.
O Partido Socialista não tinha líder à data do Congresso Nacional da Juventude Socialista. Ferro Rodrigues tinha tomado a decisão de se demitir, no dia 9 de Julho, na sequência da decisão do Presidente da República,Jorge Sampaio, de se ter recusado a convocar eleições após a demissão de Durão Barroso. Só a 3 de Outubro desse ano é que o PS escolheu como novo Secretário-Geral, José Sócrates.
A JS era a organização de juventude do maior Partido da oposição. A moção aprovada no Congresso, “Uma JS”, assumiu como um dos principais desígnios contribuir para a reflexão ideológica dentro do espaço dos PartidosSocialistas e Social-Democratas da Europa. A questão que se colocava era encontrar respostas que garantissem crescimento económico, pleno emprego, melhoria da qualidade do Estado Social e dos serviços públicos, diminuição das desigualdades e da pobreza e reforço de direitos, de liberdades e de garantias para muitas minorias. Durão Barroso, enquanto presidente da Comissão Europeia, era a constataçãoque os defensores do neo-liberalismo vingavam em Portugal e em toda a Europa. A defesa de uma Europa mais social e de uma Globalização mais solidária, a critica ao Pacto de Estabilidade e Crescimento já constituíam alguns dos aspectos centrais da moção aprovada no Congresso.
A JS assumiu-se, precocemente, como estando num período pós Terceira Via, caracterizada na Moção como um período deabandono de políticas keynesianas e do objectivo do pleno emprego, pela aceitação do monetarismo e da ditadura da estabilidade dos preços. Esta teoria política que vários Governos Socialistas e Social-Democratas tinham aceite, esta aparente conciliação entre socialismo e mercado, tinha enfraquecido o Estado, a sua capacidade de reduzir as desigualdades, tinha fortalecido a desregulamentação dos mercadose retirado progressividade aos sistemas fiscais.
Esse Congresso aprovou uma linha política que defendia propostas de reforço da intervenção do Estado, critica em relação a esta Europa e a esta Globalização. O aprofundamento democrático, com propostas como o orçamento participativo, a redução do abandono e insucesso escolar e a democratização da qualificação, com a defesa de mais apoios públicosao nível do Ensino secundário e do Ensino Superior, o combate à precariedade e ao desemprego, com propostas como o aumento do número de estágios, a preocupação ambiental, com propostas como a promoção das energias renováveis, ou o reforço dos direitos individuais, com propostas como a interrupção voluntária da gravidez constituíam os principais objectivos e propostas de então. A defesa da...
tracking img