Um olhar sobre o cuidar e o educar na educação infantil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1086 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UM OLHAR SOBRE O “CUIDAR E O EDUCAR” NA EDUCAÇÃO INFANTIL


RESUMO
Esta Análise Discursiva, está ligada ao dia-dia do contexto escolar do Curso Normal, do Instituto Estadual de Educação João XXIII de Giruá – RS, o qual habilita para o trabalho docente na Educação Infantil e nas séries iniciais do Ensino Fundamental e pretende estabelecer relações entre a teoria trabalhada em sala deaula, com a prática pedagógica desenvolvida pelos professores da Educação Infantil, destacando o entrelaçamento entre “ o cuidar ” e “ o educar ”.


PALAVRAS –CHAVE : Práticas Pedagógicas, Cuidar, Educar.


1. INTRODUÇÃO


O Curso Normal, em sua estrutura pedagógica, sofreu recentemente mudanças teórico–práticas significativas. Estas mudanças, em que as PráticasPedagógicas acontecem concomitantemente com a teoria, à luz da legislação vigente, são imprescindíveis para a implementação da qualidade do referido curso de formação.


Constata-se, após realização sistemática dessas “Práticas Pedagógicas” realizadas em escolas de Educação Infantil do município, vários questionamentos trazidos pelas alunas sobre a forma de como os professoresdesenvolvem suas práticas pedagógicas.


É necessário também entender que as Escolas Municipais de Educação Infantil estão procurando se adequar, de maneira geral, às exigências de uma legislação muito recente, e, talvez, ainda persistem em sua jornada de atividades diárias, antigas práticas e conceitos tradicionais de um certo “assistencialismo” e não o entrelaçamento do “cuidar” com o“educar”.


Por um lado, verifica-se no contexto teórico do Curso Normal a preocupação com a adequação, com a mudança e com a aplicação dos pressupostos legais exigidos e, por outro lado, o processo de mudança que atinge toda a estrutura da Educação Infantil, tanto no País quanto no município, não é fácil e nem rápido. Daí a constatação de um grande desencontro entre a teoria trabalhada no Cursode Formação e a realidade prática encontrada nas escolas de Educação Infantil.


A Educação Infantil, recentemente inserida no campo da educação, ainda sofre conseqüências de um processo de transição. Para tanto, faz-se necessário garimpar o conhecimento através da história, conhecer e analisar o passado, como a experiência motivadora das políticas educacionais que marcam aconstrução de uma nova perspectiva educacional.


As políticas educacionais, após Rousseau, de uma forma geral, em todo o mundo, passaram por sérias mudanças. A Educação, assumida por leigos e mantida pelo Estado,que se encarregava de oportunizá-la para todos.


No Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA, o aspecto do direito é fortalecido. Na Lei de Diretrizes e Bases da Educação -LDB nº 9394/96, o processo toma consistência com a consideração da educação infantil como etapa primeira da educação básica, definindo uma dimensão maior com função específica no sistema educacional, reforçando a intencionalidade educativa de suas ações dentro da escola: não mais de “cuidado” e “guarda”, rumo a uma nova concepção de formação do profissional que atua com a criança, numaperspectiva que envolve ações de “cuidado” e de “educação” de forma indissociáveis.












A Análise do Discurso vai em busca de um SUJEITO, que poderá ser encontrado através da Psicanálise, na qual é interessante trabalhar com um sujeito desejante, inconsciente, descentrado,e,através do Materialismo Histórico, onde o sujeito assujeitado é, materialmente constituído pela linguagem,inserido no plano da ideologia. Sendo nossos corpos, antes de tudo, atravessados pela linguagem, o sujeito sempre será e estará sujeito à ideologia, bem como sua interação com o mundo se dá através de permanentes desejos inconscientes.




2. METODOLOGIA---REFAZER


O tema, “Um olhar sobre o cuidar e o educar na Educação Infantil”, tem como objetivo estabelecer relações entre...
tracking img