Um futuro bem presente

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1601 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal do Rio de Janeiro
Ciências Biológicas Modalidade Biofísica
Avaliação da disciplina de Boas Práticas de Laboratório

Um futuro bem Presente
Terapias celulares com células-tronco trazem nova esperança a quem sofre com problemas -antes- intratáveis

03 de dezembro
Rio de Janeiro

-------------------------------------------------
Um futuro bem presenteTerapias celulares com células-tronco trazem nova esperança a quem sofre com problemas -antes- intratáveis
Definição de células-tronco
São células não especializadas capazes de renovar-se continuamente. Quando uma célula-tronco se divide, as células-filhas tanto podem continuar sendo células-tronco quanto ingressar numa via de proliferação (novas divisões) e progressiva diferenciação,dando origem aos diversos tipos celulares que compõem o indivíduo (células cardíacas, pancreáticas, sangüíneas, neurônios etc.). Essa diferenciação passa por tipos celulares intermediários, também capazes de se multiplicar.Dentre as células tronco estão:
1. Totipotentes: podem produzir todas as células embrionárias e extra-embrionárias;
2. Pluripotentes: podem produzir todos os tipos celulares do embrião;
3. Multipotentes: podem produzir células de várias linhagens;
4.Oligopotentes: podem produzir células dentro de uma única linhagem;
5. Unipotentes: produzem somente um único tipo celular maduro.

Função das células-tronco
Produzir células e tecidos para terapias medicinais. As células-tronco oferecem a possibilidade de reposição de células e tecidos para tratar um grande número de doenças incluindo o Mal de Parkinson, Alzheimer, traumatismo da medula espinhal,infarto, queimaduras, doenças do coração, diabetes entre outros.

Células- tronco embrionárias
São as células-tronco mais versáteis, capazes de se especializar em qualquer tecido do organismo. Todos os 200 tipos em que se dividem os 75 trilhões de células do corpo humano adulto derivam dessas células. Extraídas do embrião na primeira semana após a fertilização do óvulo pelo espermatozóide(blastocisto), as células-tronco constituem grande promessa de cura de diversas doenças.

Quando começa e quando termina a vida?
Os biólogos sabem que a vida é um contínuo permanente, que se transfere de uma célula a outra e de um indivíduo a outro. Nunca começa e nunca acaba. Uma célula que se divide transfere a sua vida para as duas células-filhas. Do mesmo modo, a vida humana se perpetua atravésdos tempos, pois os indivíduos se reproduzem e a transferem a seus descendentes. Seria mais produtivo, talvez, mudar o foco da pergunta: quando começa e quando acaba a vida de um indivíduo humano?
Em 2008 foi regulamentado o tema sobre células tronco pela Lei de Biossegurança recentemente aprovada pelo Congresso Nacional, mas sofre questionamentos de inconstitucionalidade por parte doProcurador-Geral da República, e está em julgamento no STF. A questão sob análise do STF é se a retirada das células tronco de um blastocisto humano (embrião de poucos dias) representaria um atentado à vida.

Células- tronco somáticas
São células não-diferenciadas presentes em todos os tecidos adultos, capazes de auto-renovação por períodos de tempo ainda indeterminados e de originar tipos celularesdiferenciados morfofisiologicamente. Essas características permitem que as células-tronco somáticas realizem a reparação e manutenção de todos os tecidos do organismo.
Inicialmente, acreditava-se que essas células possuíam seu potencial de diferenciação restrito somente às células do tecido no qual se encontram. Porém, diversas pesquisas têm demonstrado que algumas linhagens de são capazes de...
tracking img