Um estudo sobre micro e pequenas empresas (mpes) e seus principais problemas, e a apresentação do prêmio mpe brasil como ferramenta que auxilia a gestão dessas empresas.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 12 (2829 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 21 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Um Estudo sobre Micro e Pequenas Empresas (MPEs) e seus principais problemas, e a apresentação do Prêmio MPE Brasil como ferramenta que auxilia a gestão dessas empresas.





Resumo


As Micro e Pequenas Empresas surgem em grande número a cada ano, mas continuam a enfrentar os mesmos problemas organizacionais para conseguirem sobreviver. O objetivo do presente estudo é mostrar osprincipais problemas e dificuldades enfrentadas por essas empresas, e a apresentação do Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas (Prêmio MPE Brasil) como ferramenta para a melhoria da gestão e sustentabilidade dessas organizações. Baseando-se em modelos de excelência e no modelo de aplicação do prêmio, buscou-se mostrar o uso do prêmio na avaliação organizacional das empresasparticipantes.


1. Apresentação do tema


As Micro e Pequenas Empresas (MPEs) desempenham um papel fundamental na economia nacional. Elas representam hoje 99,2% das empresas brasileiras, empregando 57,2% das pessoas economicamente ativas no país (REIS, 2007). Mesmo estando em maior quantidade em relação a grandes empresas, e empregando a maioria das pessoas, as MPEs respondem por apenas 20% do PIBbrasileiro (INDRIUNAS, 2007). Devido a dificuldade de se manter no mercado, seja por falta de planejamento ou falhas na gestão do negócio, muitas dessas empresas encontram dificuldades para sobreviverem nos dois primeiros anos de vida. Em estudo realizado pelo SEBRAE (2007), com dados de 2000 a 2005, constatamos que a taxa de mortalidade empresarial caiu de 49,4% no primeiro triênio (2000-2003) para22,0% entre 2003-2005. Apesar da queda na taxa, ainda se considera um valor elevado se imaginarmos que uma em cada quatro MPE não sobreviverá.


A mortalidade precoce das MPEs vem sendo um assunto cada vez mais discutido por centros de estudos e serviços como o SEBRAE (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), FGV (Fundação Getúlio Vargas) e outras instituições que avaliam a evoluçãodessas empresas em determinados períodos, já que muitas delas entram em falência devido a fatores como pouca habilidade gerencial, fatores econômicos, despesas excessivas, falta de conhecimento de mercado, entre outros (PEREIRA et al., 2009).


A Tabela 1 mostra os principais fatores que levam os novos negócios a mortalidade prematura, segundo Chiavenato (apud Pereira et al., 2009):


Tabela 1- As causas mais comuns de falhas no negócio


| |Incompetência do empreendedor |
|Inexperiência – 72% |Falta de Experiência de campo |
| |Falta de experiência profissional |
||Experiência desequilibrada |
| |Lucros insuficientes |
|Fatores econômicos – 20% % |Juros elevados |
| |Perda de mercado |
||Mercado consumidor restrito |
| |Nenhuma viabilidade futura |
| |Fraca competitividade |
|Vendas Insuficientes - 11 % |Recessão econômica |
||Vendas Insuficientes |
| |Dificuldade de estoques |
| |Dividas e cargas demasiadas |
|Despesas excessivas - 8 % |Despesas operacionais |
|...
tracking img