ultrassom

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1590 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de fevereiro de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
INSTITUTO FEDERAL FLUMINENSE

ALEXANDRA, DANIELLE, JADE
FELIPE FERNANDES, HELMUTH
LINDOMAX, RAFAEL MARINHO

















ENSAIO NÃO DESTRUTIVO: ULTRASSOM
















CABO FRIO
2015
INTRODUÇÃO


Os ensaios não destrutivos são técnicas altamente valiosas, uma vez que permitem o controle das propriedades dos materiais com economia de tempo edinheiro, e permitem que o material testado volte intacto para o local de trabalho após a inspeção. Neste trabalho estudaremos o ensaio por ultrassom, assim como suas características, aplicações, vantagens e desvantagens. O ensaio por ultrassom é um dos principais métodos de ensaio não destrutivo aplicados na indústria, porque permite inspecionar todo o volume da peça.FINALIDADE DO ENSAIO


O ensaio por ultrassom caracteriza-se num método não destrutivo que tem por objetivo a detecção de defeitos ou descontinuidades internas, presentes nos mais variados tipos ou forma de materiais ferrosos ou não ferrosos. Tais defeitos são caracterizados pelo próprio processo de fabricação da peça ou componentes a ser examinada como,por exemplo: bolhas de gás fundido, dupla laminação em laminados, micro trincas em forjados, escorias em uniões soldadas e muitos outros. Portanto, o exame ultrassônico, assim como todo exame não destrutivo, visa diminuir o grau de incerteza na utilização de materiais ou peças de responsabilidades.

PRINCÍPIOS DO ENSAIO

Os princípios físicos que regem o ensaio por ultrassom são a dispersão,a absorção, a atenuação sônica e a divergência do feixe sônico.
Dispersão
A dispersão do feixe sônico deve-se ao fato de a matéria não ser totalmente homogênea e conter interfaces naturais de sua própria estrutura ou que são provocadas pelo processo de fabricação. Como exemplo citam-se os fundidos, que apresentam grãos de grafite e ferrita com propriedades elásticas distintas. A mudança dascaracterísticas elásticas de ponto num mesmo material é chamada anisotropia, que é mais significativa quando o tamanho do grão é de 1/10 do comprimento de onda.
Absorção
Absorção é a energia cedida pela onda para que cada partícula do meio execute um movimento de oscilação, transmitindo vibração às outras partículas do próprio meio; esse fenômeno ocorre sempre que uma vibração acústica percorre ummeio elástico.


Atenuação Sônica
A onda sônica, ao percorrer um material qualquer, sofre em sua trajetória efeitos de dispersão e absorção que resultam na redução da sua energia. Os resultados dos efeitos de dispersão e absorção quando somados resultam na atenuação sônica.
Na prática, este fenômeno pode ser visualizado na tela do aparelho de ultrassom, quando se observam vários ecos dereflexão de fundo provenientes de uma peça com superfícies paralelas. As alturas dos ecos diminuem com a distância percorrida pela onda.
A atenuação sônica é importante quando se inspecionam peças em que este fator pode inviabilizar o ensaio. Soldas em aços inoxidáveis austeníticos e peças forjadas em aços inoxidáveis são exemplos clássicos desta dificuldade. O controle e avaliação da atenuação nestescasos é razão para justificar procedimentos de ensaio especiais.
Divergência do Feixe Sônico
A divergência é um fenômeno físico responsável pela perda de parte da intensidade ou energia da onda sônica; a divergência se pronuncia à medida que a fonte emissora é afastada das vibrações acústicas. Tal fenômeno pode ser observado ao detectar um defeito pequeno com o feixe ultrassônico central dotransdutor; nesta condição, a amplitude do eco na tela do aparelho é máxima. No entanto, quando o transdutor é afastado lateralmente ao defeito, a amplitude diminui, indicando uma queda na sensibilidade de detecção do mesmo defeito. A diferença de sensibilidade ou altura do eco de reflexão entre a detecção do defeito com o feixe ultrassônico central e a detecção do mesmo defeito com a borda do...
tracking img