Ufpa trabalhos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1262 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ
Professora: Selma Pena
Grupo: Carol oliveira turma: 110M
Elyel Pamplona
Hoffemamm Santos
Michele Lima
Maria Braga
NÍVEL PRÉ-SILABICO

Introdução
Fundamentado nas atividades propostas pela profª Selma Pena, o nosso grupo constatou algumas características donível pré-silábico. A partir daí, tomou-se a iniciativa de fazer uma pesquisa sobre tal assunto e junto a isto englobar propostas para que estes sujeitos possam avançar de nível pré-silábico para o silábico.
O nível pré-silábico é subdividido em nível pré-silábico I e II. No nível I a criança faz uso de traços figurativos e no II a escrita já possui uma maior representatividade no que se refere aletras. Porém, a criança nem desconfia que as letras possam ter qualquer relação com os sons da fala, ela só sabe que se escreve com símbolos mais não relaciona esses símbolos com a linguagem oral.
Características do nível pré- silábico:
A criança ainda não estabelece uma relação biunívoca entre a fala e as representações da escrita. Acredita-se que escrevessem com desenhos, suasquestões podem situar-se tanto no campo semântico quanto nos aspectos físicos da escrita, como a forma das letras e números. Algumas hipóteses em relação ao processo de aquisição da língua escrita:
* A escrita representa o nome do objeto, não há relação entre a escrita e a fala.
* Utiliza sinais gráficos imitações da letra cursiva para escrever.
* O desenho é tido como apoio da escrita.
*A escrita não é interpretável.
* A escrita passa e ter uma variedade de letras, nenhum escrito, pode ter o tempo todo com a mesma letra.
* Amplia-se o repertorio de grafias.
* A leitura da escrita é global, assim cada letra vale como parte do todo e não tem valor em si mesmo.

Observando o desempenho do aluno foi constatado que ele se encontra na fase pré-silábica, começando adiferenciar letras de números, desenhos ou símbolos no processo de desenvolvimento de aquisição. Há uma ausência de relação entre a escrita e os aspectos sonoros da fala, isto é, não existe busca de correspondência entre as letras o os sons.
Apresenta problemas quanto à diferenciação de letras utilizando as mesmas para escrever diferentes palavras e apelando para o valor posicional pela inversão dasletras, assim sendo, todas as escritas se assemelham e o que as caracteriza é a intenção subjetiva do escritor.
Ao analisarmos as três atividades, encontramos uma única fase, os pré-silábicos de nível II. A partir das pesquisas feitas comparamos os níveis I e II, e encontramos algumas características que são referentes ao nível II: uso de letras, faz uso rabiscos que lembre letras, faz diferençade grafia e desenho.
O primeiro:
A criança usa para escrever qualquer letra em qualquer ordem. É, a fase gráfica primitiva aonde ela registra letras ou símbolos misturando com números, fazendo registro diferente entre palavras modificando quantidade e posição. Sendo que uma letra pode ter o mesmo significado. Neste grafismo primitivo a criança já sabe diferenciar o que é desenho e escrita.Porém, ele não associa a escrita com o som da fala.
O segundo:
Ele apresenta problemas quanto à diferenciação de letras utilizando as mesmas letras para escrever diversas palavras e apelando para o valor posicional pela inversão das letras.
* Uma criança, no nível pré- silábico, usa para escrever qualquer letra em qualquer ordem.
* A palavra escrita pode mudar de significado, dependendo daocasião, porque está relacionada a seu desejo.
* Para ser legível, a palavra tem de apresentar letras variadas.
* Não acredita que letras e silabas podem ser repetidas em uma palavra
* A aluna tem um repertorio maior de letras e grafias. A criança acredita que as ordens das letras não são importantes e que só pode escrever ou ler usando muitas letras.
O terceiro:
O aluno(a)...
tracking img