Turnaround

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1526 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal de Uberlândia
Faculdade de Gestão e Negócios
Tópicos Especiais em Finanças II




Turnaround Empresarial





Uberlândia 2012

Carlos Castro
Eliel Pereira
Marina Cupertino
Pedro SteinTurnaround Empresarial

Trabalho apresentado como requisito parcial para obtenção de aprovação na disciplina Tópicos Especiais de Finanças II, na Faculdade de Gestão e Negócios na Universidade Federal de Uberlândia.

Prof. Alex França

Uberlândia 2012

Sumário

1. Introdução 4
2. Turnaround 5
3. Fatores Críticos de Sucesso 6
3.1 FatoresCríticos de Sucesso (Antes da Reestruturação ) 6
3.2 Fatores Críticos de Sucesso (Planejamento da Reestruturação) 7
3.3 Fatores Críticos de Sucesso (Durante a Reestruturação) 7
3.4 Fatores Críticos de Sucesso (Após a Reestruturação) 8
4. Conclusão 9
5. Referências 10

1. Introdução
É perceptível e observável o número bastante significativo de empresas que falem em seus primeirosanos de existência. Após aprovação da nova Lei de Falências vemos a importância cada vez maior que o Estado Brasileiro permeia sobre a função social das organizações. “É também uma questão social contribuir para a preservação das empresas e assim atenuar o caos social consequente do desemprego e da exclusão que conduz a criminalidade” (DALLAVALE, 2006, p.10).
Face este novo cenário abordaremosos estudos na gestão e na recuperação de empresas em crise econômica, ou seja, Turnaround. O Plano de recuperação é fundamental para que todas as partes envolvidas sejam esclarecidas. A aceitação da crise é o primeiro ponto para que este plano de recuperação tenha êxito.

2. Turnaround
Ao se consultar as bibliografias e entendimentos para Turnaround, vemos que alguns autores analisam oretorno sobre o investimento com um indicador de falência ou não de uma organização. Para outros autores é necessário analisar o declínio da organização e sua recuperação através de fases.
Na fase de declínio uma organização geralmente vê seus custos, em pessoal, material, serviços e outros aumentarem em detrimento da queda de demanda e receita.
Na fase de redução temos um ambiente complicadoconforme afirma (DALLAVALE, 2006, p.279) “ o ambiente de uma empresa em crise é um caos. Se ela opta pela recuperação judicial, tem um prazo de 60 dias para preparar e apresentar o plano de recuperação judicial (art. 53), após a publicação da decisão de deferimento”.
Na fase de recuperação muitas organizações ficam na dicotomia de se contratar um negociador externo ou não. Nesta fase também vemosalgumas tentativas de reorganização e também de maior centralização de atividades, modernização de plantas dentre outros. A reorganização é realizada em várias frentes, que vão desde a administração do relacionamento com os credores para a repactuação das dívidas (workout) até a implementação de uma gestão empresarial de choque, que implementará um novo direcionamento estratégico para a empresa,reestruturando todos seus setores falhos, que são diagnosticados pela equipe de gestores, através da elaboração de um diagnóstico estratégico-operacional. Todavia, podemos entender o Turnaround como muito mais do que uma reestruturação propriamente dita, mas sim como um entendimento genérico das fases de declínio, de redução e de recuperação.

3. Fatores Críticos de Sucesso

“Afalência, é uma situação jurídica que decorre da insolvência do comerciante, ou por atos inequívocos que denunciem manifesto desequilíbrio econômico, patenteando situação financeira ruinosa.” (ALMEIDA, 2002).

4.1 Fatores Críticos de Sucesso (Antes da Reestruturação )

Antes de se pensar em falência a organização deve refletir sobre alguns fatores, tais como: (a) Aceitar a crise, (b) Vale...
tracking img