Tudo sobre bafômetro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1688 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
IFES – INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO

FUNCIONAMENTO DO BAFÔMETRO

VITÓRIA
2011
IFES – INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO

Trabalho feito na intenção de obtenção de nota parcial referente ao quarto módulo do curso de infra-estrutura de vias de transportes à matéria de química.
FUNCIONAMENTO DO BAFÔMETRO

VITÓRIA
2011
SUMÁRIO
1INTRODUÇÃO..................................................................................................2
2 BAFÔMETRO...................................................................................................3
2.1 A QUÍMICA DOS BAFÔMETROS.......................................................3
2.2 EQUAÇÕES DA REAÇÃO QUÍMICA DO BAFÔMETRO PORTÁTIL.3
2.3 SIMULANDO UM BAFÔMETRO.........................................................73 CONCLUSÃO...................................................................................................9
4 REFERÊNCIAS..............................................................................................10

1 INTRODUÇÃO
Há mais de um tipo de bafômetro, mas todos são baseados em reações químicas envolvendo o álcool etílico presente na baforada e um reagente – por isso, o nometécnico desses aparelhos é etilômetro. Os dois mais comuns utilizam dicromato de potássio (que muda de cor na presença do álcool) e célula de combustível (que gera uma corrente elétrica). Este último é o mais usado entre os policiais no Brasil.
Com a nova legislação, o motorista que for flagrado com nível alcoólico acima do permitido (0,1 mg/l de sangue) terá que pagar uma multa de R$ 955, alémde ter o carro apreendido e perder a habilitação. Se estiver muito embriagado (níveis acima de 0,3 mg/l), ainda corre o risco de ficar preso por 6 meses a 1 ano – a menos que pague a fiança, que pode chegar a R$ 1 200.
A nova lei foi apelidada de “lei seca” está em vigor desde junho de 2008.

2 BAFÔMETRO
Embora a existência de álcool no sangue possa ser detectada por uma análise direta domesmo, é muito mais conveniente detectar o mesmo no ar expirado.
Sabe-se que, no momento em que se ingerem bebidas alcoólicas, o etanol entra na circulação sangüínea e, ao passar pelos pulmões, uma parte do álcool é liberada através da respiração.
Desse modo, um motorista suspeito de dirigir após ingestão de bebidas alcoólicas apresentará, em sua respiração, uma quantidade de álcool proporcional àque ele teria ingerido.
Os instrumentos usados para esta finalidade são popularmente chamados de ‘bafômetros’, e seu funcionamento baseia-se em reações de oxidação e redução.
2.1 A QUÍMICA DOS BAFÔMETROS
Os bafômetros mais simples são descartáveis e consistem em pequenos tubos contendo uma mistura sólida de solução aquosa de dicromato de potássio e sílica, umedecida com ácido sulfúrico. Adetecção da embriaguez por esse instrumento é visual, pois a reação que ocorre é a oxidação de álcool a aldeído e a redução do dicromato a cromo (III), ou mesmo a cromo (II). A coloração inicial é amarelo-alaranjada, devido ao dicromato, e a final é verde-azulada, visto ser o cromo (III) verde e o cromo (II) azul. Estes bafômetros portáteis são preparados e calibrados apenas para indicar se a pessoa estáabaixo ou acima do limite legal.
2.2 EQUAÇÕES DA REAÇÃO QUÍMICA DO BAFÔMETRO PORTÁTIL
Equação completa:
K2Cr2O7(aq) + 4H2SO4(aq) + 3CH3CH2OH(g) Cr2(SO4)3(aq) + 7H2O(l) + 3CH3CHO(g) + K2SO4(aq)
alaranjado incolor verde incolor

Equação na forma iônica:
Cr2O72-(aq) + 8H+(aq) + 3CH3CH2OH(g) 2Cr3+(aq) + 3CH3CHO(g)+7H2O(l)
A Fig. 1 ilustra o funcionamento destes ‘bafômetros’ descartáveis.



Figura 1: A foto A mostra o tubo após o teste de uma pessoa que não ingeriu álcool. A foto B mostra o tubo após o teste de uma pessoa intoxicada e, conseqüentemente, sem condições para conduzir um veículo. Os ‘bafômetros’ descartáveis ilustrados pela foto são fabricados pela companhia americana WNCK, Inc.,...
tracking img