Tudo para seu photoscape

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2947 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Josiane Alencar

A construção do Projeto Ético Político do Serviço Social frente à crise conterrânea.

Unifadra
2012

A Construção do Projeto Ético-Político do Serviço Social
A partir da segunda metade dos anos noventa do século XX – o
debate sobre o que vem sendo denominado de projeto ético-político do Serviço Social apresenta um caráter relativamente novo desta discussão revela-seclaramente na escassa documentaçãosobre o tema,o objeto deste debate – e, sobretudo, a própria construção deste projeto no
marco do Serviço Social no Brasil – tem uma história que não é tão recente, iniciada na
transição da década de 1970 à de 1980. Este período marca um momento importante no
desenvolvimento do Serviço Social no Brasil, vincado especialmente pelo enfrentamento e pela
denúnciado conservadorismo profissional. É neste processo de recusa e crítica do
conservadorismo que se encontram as raízes de um projeto profissional novo, precisamente as
bases do que se está denominando projeto ético-político.
O conciso texto que damos a público tem por objetivo oferecer elementos que
contribuam para a compreensão e a implementação desse projeto.
Os projetos societários
A teoriasocial crítica (e, com esta designação, referimo-nos à tradição marxista) já
demonstrou que a sociedade não é uma entidade de natureza intencional ou teleológica – isto é: a sociedade não tem objetivos nem finalidades; ela apenas dispõe de existência em si, puramente factual. No entanto, a mesma teoria sublinha que os membros da sociedade,homens e mulheres, sempre atuam teleologicamente – isto é:as ações humanas sempre são
orientadas para objetivos, metas e fins2. A ação humana, seja individual, seja coletiva, tendoem sua base necessidades e interesses, implica sempre um projeto que, em poucas palavras, é
uma antecipação ideal da finalidade que se pretende alcançar, com a invocação dos valores que a legitimam e a escolha dos meios para lográ-la.
Não nos interessa aqui a estruturaprópria dos projetos individuais e dos projetos
coletivos e, menos ainda, as complexas relações entre ambos3. . Interessa-nos tão somente um tipo de projeto coletivo, que designamos como projetos societários. Trata-se daqueles projetos que apresentam uma imagem de sociedade a ser construída, que reclamam
determinados valores para justificá-la e que privilegiam certos meios (materiais e culturais)para concretizá-la.Os projetos societários são projetos coletivos; mas seu traço peculiar reside no fato de se
constituírem como projetos macroscópicos, como propostas para o conjunto da sociedade.
Somente eles apresentam esta característica – os outros projetos coletivos (por exemplo, os
projetos profissionais, de que trataremos adiante) não possuem este nível de amplitude e inclusividade.
Osprojetos profissionais
Inscrevem-se no marco dos projetos coletivos aqueles relacionados às profissões –especificamente as profissões que, reguladas juridicamente, supõem uma formação teórica e/ou técnico-interventiva, em geral de nível acadêmico superior4.
Os projetos profissionais apresentam a auto-imagem de uma profissão, elegem os valores
que a legitimam socialmente, delimitam e priorizamseus objetivos e funções, formulam os requisitos (teóricos, práticos e institucionais) para o seu exercício, prescrevem normas para ocomportamento dos profissionais e estabelecem as bases das suas relações com os usuários de
seus serviços, com as outras profissões e com as organizações e instituições sociais privadas e públicas (inclusive o Estado, a que cabe o reconhecimento jurídico dos estatutosprofissionais).
Tais projetos são construídos por um sujeito coletivo – o respectivo corpo (ou categoria)
profissional, que inclui não apenas os profissionais “de campo” ou “da prática”, mas que deve
ser pensado como o conjunto dos membros que dão efetividade à profissão. É através da sua
organização (envolvendo os profissionais, as instituições que os formam, os pesquisadores, osdocentes e...
tracking img