Tttt

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 62 (15329 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de janeiro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1º capítulo

Descobrindo a antiguidade dos Humanos

Este capitulo mais especificamente fala do surgimento da arte no período do Paleolítico. Consiste nas primeiras descobertas de arte rupestre em cavernas, e no que é que essas descobertas influenciaram naquilo que sabemos hoje em dia sobre a humani-dade nessa altura.
Nesta parte é puxado também o tema da teoria da evolução desenvolvida porDarwin, e quais foram as principais dúvidas, críticas e condenações relativamente à relação da teoria, às provas descobertas e ao pensamento da época.
Existem muitas perguntas a fazer em relação aos acontecimentos daquela época: Porque é que os humanos de à 13.000 e mais anos atrás empreenderam tal perigosa jor-nada? Quais as emoções que eles experienciaram? Seriam homens, e mulheres assim comonós conhecemos? Quais seriam as idade dessas pessoas? Porque eles acreditavam que era importante colocar um dente de urso na parede de uma caverna? Que crença tinham eles nas imagens pintadas nas paredes? Qual o significado dessa viagem subter-rânea para eles? Estas questões não são apenas sobre história antiga, pois elas levam-nos para o coração do que é ser um humano hoje.
Certo dia Ruben De LaVialle entrou na gruta de Neaux em França e descobriu uma series de imagens pintadas nas paredes, mas ele e seus acompanhantes acreditaram que estas tinham sido feitas por visitantes recentes, acabando ele próprio por deixar também a sua marca. Na altura o pensamento humano não se tinha apercebido da possi-bilidade da existência de um período pré-histórico, pois era aceite a ideia que fora Deus quemcriou o mundo. Assim como De la Vialle não tinha quadro conceptual para se ajustar ao significado do que ele estava vendo, então, na verdade, ele não viu tudo.
Mas com o passar do tempo o mundo ocidental apercebeu-se que tivera um pas-sado de profundidade, o seu conceito de humanidade sofreu alterações profundas, e o seu desejo de conhecer a verdade sobre as suas origens tinha subido para umnível de intensidade sem precedentes. Desde então que a “caça” aos achados arqueológicos que pudessem comprovar a existência de uma humanidade passada, tem sido bastante inten-sificada.
A história da grande mudança no pensamento ocidental começou na primeira metade do século XIX. A determinada altura Lyell, professor de geologia no King's College, Londres, publicou o seu imensamente importante livro“princípios da Geologia “ em 1830. Ele argumentou que em camadas rochosas sedimentares e nos fósseis existe um ponto de antiguidade da terra, até então insuspeita. Esta afirmação levantou alguma polémica pois a comunidade cristã e a própria Igreja acreditava que os fosseis existiam para comprovar a existência do dilúvio mencionado na bíblia. Mas Lyell não desistiu pois pelo menos geologicamente eleera apoiado, e assim as linhas de batalha foram traçadas.
Robert Chambers publicou “Vestígios da História Natural da Criação” onde explicou que a história do mundo era como uma nuvem gasosa, através do registo fóssil e até da transmutação dos macacos em seres humanos. Embora esta afirmação fosse um pouco polémica, Chambers não tinha qualquer prova da sua afirmação estar correcta.
Surge entãoCharles Robert Darwin, um homem que partira numa viagem de exploração com a visão de que o mundo tinha sido de facto criado por Deus e que as espécies eram criações separadas. Depois de 1844 Darwin continuou a colecta de dados para apoiar a sua teoria, entretanto Darwin recebe um ensaio de Alfred Russel Wallace, onde lhe foi apresentada uma ideia de evolução quase idêntica à sua.
Em 1859 Darwinpublicou, precipitadamente concluído, mas sempre minucioso e erudito, “On the Origin of Species by Means of Natural Selection”. O próprio Darwin resumiu assim a sua ideia central: «... A teoria da descendência com modificações pela selecção natural ".
Como era de esperar a Igreja caiu em cima de Darwin, mas valeu-lhe a ajuda de Huxley, Professor de História Natural da Faculdade Real de Minas,...
tracking img