Tributos nacionais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3820 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INSTITUTO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO BARÃO DE TRAMANDAÍ

TRIBUTOS NACIONAIS
Evolução Histórica; Conceito; Princípios;
Características e Espécies Tributárias.

LUANA MARTINS WOLKER

Artigo Científico apresentado no curso Técnico em Contabilidade como parte das exigências para obtenção de aprovação nas disciplinas de Português e Economia e Mercado.
Orientadores: Prof. Vinícius L. SilveiraProf.ª Clarice E. Santos

TRAMANDAÍ/RS
2011
TRIBUTOS NACIONAIS – Evolução Histórica; Conceito; Princípios; Características; Espécies Tributárias.

Luana Martins Wolker

RESUMO

O presente trabalho: assunto, objetivo, metodologia? Resultados obtidos e as principaisabordagens do trabalho. Máximo 15 linhas e não exceder 900 caracteres, aproximadamente 150 palavras.

Palavras-Chave:

1 INTRODUÇÃO

O presente trabalho visa... O presente estudo visa... O objetivo do presente estudo.. As questões que se pretendem enfrentar... Para efeito do presente estudo parte da premissa hipótese que estuda.

2 TRIBUTOS NACIONAIS

3 EVOLUÇÃO HISTÓRICA

3.1 A Origemdos Tributos

3.1.1 Idade Antiga

O tributo tem origem remota e certamente acompanhou a evolução do homem, a criação das primeiras sociedades, o surgimento de líderes tribais ou chefes guerreiros e políticos.
Estudos indicam ter sido voluntária a primeira manifestação tributária, em forma de presentes ou ofertas destinadas aos líderes ou chefes, por seus serviços ou sua atuação em favor dacomunidade. Depois as contribuições passaram a ser compulsórias, quando os vencidos de guerra eram forçados a entregar parte ou a totalidade de seus bens aos vencedores.
Após essa época, começou a cobrança pelos chefes de Estado de parte da contribuição dos súditos, sob a forma de tributos.
O texto mais antigo encontrado e que retrata a cobrança de tributos na Antiguidade é uma placa de 2.350a.C., em escrita cuneiforme, que descreve as reformas empreendidas pelo rei
Urukagina na cidade-estado de Lagash, localizada na antiga Suméria, entre os rios Tigre e Eufrates.
O documento relata a cobrança de impostos extorsivos e leis opressivas, exploração de funcionários corruptos e confisco de bens para o rei.
Também entre os egípcios encontramos um texto, do segundo milênio a.C., que retrataas dificuldades encontradas por um camponês para pagar ao escriba do faraó os impostos sobre a colheita.
Na Grécia (século VII a.C.), instituiu-se o tributo administrado pelo Estado, como o conhecemos hoje. À custa do trabalho escravo e dos tributos pagos pelos cidadãos, os gregos construíram uma das maiores civilizações do mundo antigo.
Os romanos conseguiram conquistar os gregos, mas não foramcapazes de submetê-los à sua cultura. Assim, descobriram que poderiam dominar outros povos sem impor a eles suas crenças e costumes. Dessa forma, os romanos conseguiram sustentar e alargar seu império respeitando a liberdade e cultura dos conquistados, mas utilizando a cobrança de tributos como meio de fortalecer seus exércitos e conquistar mais terras.
Em Roma, cobrava-se imposto pelaimportação de mercadorias (portorium) e pelo consumo geral de qualquer bem (macelum). Os tributos pagos pelas províncias anexadas ao império e o pagamento de impostos pelos cidadãos foram essenciais à formação e manutenção do império.

3.1.2 Idade Média

A queda do Império Romano marcou o início da Idade Média, período da História que vai do ano 476 a 1453. O grande império foi dividido em vários pedaçosde terra chamados feudos. Perdeu-se completamente a noção de Estado na Europa medieval. Cada feudo possuía um senhor. Eram os chamados senhores feudais, que eram os nobres.
Nessa época, a maioria das pessoas vivia nos campos. Os camponeses, então chamados servos, eram obrigados a pagar tributos aos senhores feudais. Como não havia Estado à circulação de moedas era escassa. Desse modo, os...
tracking img