Tribunal do juri

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2224 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
TRIBUNAL DO JURI

ASSASSINATO DE ANA CLARA MONTEIRO DE ALMEIDA



ENREDO

No dia 02 de março de 2012, Ana Clara Monteiro de Almeida com apenas 10 anos, nascida no dia 14 de maio do ano de 2002, criança alegre, inteligente, obediente aos pais, filha de Bárbara Monteiro e Claudio de Almeida, residente na cidade de Nova Olímpia, e estudante do colégio João Batista, do Ensino fundamental dacidade de Nova Olímpia, saiu a caminho da escola com sua mãe, onde foi vista com vida pela ultima vez, ás 12h30min, onde misteriosamente, não foi mais encontrada ao sair da escola, por volta das 17h00.
Ela é encontrada morta, por insuficiência respiratória e estrangulamento, o laudo da perícia comprova que Ana Clara Monteiro de Almeida, foi violentada sexualmente, torturada e estrangulada até amorte, apresentando vestígios de esperma do acusado na vítima e digitais, encontrada em um terreno baldio, próximo á escola onde estudava.
Segundo o acusado, Jhuan Pablo Montóia, ele era amigo da vítima, e não se recorda do fato ocorrido, no qual a levou e praticou o crime.
Uma testemunha, sendo ela de defesa, afirma que o acusado frequentava diariamente o seu bar, próximo á escola onde AnaClara Monteiro de Almeida estudava, e no dia Jhuan Pablo Montóia, apresentava uma variação no seu comportamento, dados os fatos do caso, fica ao júri, fazer justiça de acordo com a lei, tendo o acusado o direito de defesa.








ROTEIRO
Escrivã: (Luiza Ferraz), todos de pé para a entrada do excelentíssimo Juiz Francisco Delamaro.
Juiz: (Francisco Delamaro), podem se sentar, declaroabertos os trabalhos da 1º Sessão do Tribunal do Júri da Comarca de Tangará da Serra no ano de 2012. Determino a chamada dos jurados a serem sorteados.
Escrivã: (Luiza Ferraz), vamos agora ao sorteio dos jurados, 1º jurado...., 2º jurado....,3º jurado ...., 4º jurado ...., 5º jurado ...., 6º jurado ...., 7º e último jurado ....., a promotoria e a defesa estão de acordo com a seleção dojúri?
Promotoria: (Sofia Felix), sim.
Advogada de defesa (Michele Petroni) sim.
Escrivã: (Luiza Ferraz), declaro aberta a presente Sessão.
Juiz: (Francisco Delamaro), será submetido a julgamento o réu Juan Pablo Montóia, pelo crime de violência sexual, seguido de homicídio. Com a palavra a promotora Sofia Felix.
Promotora: (Sofia Felix), fala as considerações iniciais:
Nesse julgamento vamosouvir falar que Jhuan Pablo Montóia, cometeu tais crimes, inconsequentemente, o fato é que ao cometer o crime Jhuan, infligiu à lei, tirando o direito de Ana Clara Monteiro de Almeida de viver, e ainda nesse julgamento serão apresentadas provas de que o ato feito pelo acusado foi de plena sanidade mental sendo este planejado até a consumação do crime.
Juiz: (Francisco Delamaro), com a palavra aadvogada de defesa.
Advogada de Defesa: (Michele Petroni), fala as considerações iniciais:
Senhoras e senhores do Júri, peço que não julgue meu cliente apenas pelo seu ato, gostaria que os senhores levassem em consideração, os motivos pelo qual, o conduziu a cometer o devido delito.
Juiz: (Francisco Delamaro), que entre a testemunha de defesa, Jorge Ferreira.
Escrivã: (Luiza Ferraz), coloquea mão direita sobre a Bíblia, jura solenemente falar somente a verdade, nada mais que a verdade?
Testemunha de defesa: (Jorge Ferreira), juro.
Escrivã: (Luiza Ferraz), Iniciaremos o interrogatório.
Juiz: (Francisco Delamaro), com a palavra a Advogada de Defesa.
Advogada de Defesa: (Michele Petroni), há quanto tempo você conhece o Jhuan?
Testemunha de Defesa: (Jorge Ferreira), há uns 15 anos.Advogada de Defesa: (Michele Petroni), você pode nos contar como é a sua relação com ele?
Testemunha de Defesa: (Jorge Ferreira), somos muito amigos, ele é um cara muito bacana, sempre disposto a ajudar as pessoas.
Advogada de Defesa: (Michele Petroni), você já percebeu alguma atitude estranha da parte dele?
Testemunha de Defesa: (Jorge Ferreira), ele sempre foi muito reservado, mas, há...
tracking img