Tribos urbanas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2494 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
Faculdade de Ciências Sociais
Curso de Relações Internacionais

Ciência X Religião: da União à Ruptura como Formação de Valores:
Tribos Urbanas como Sinais de Ruptura e Formadoras de Valores

São Paulo
Novembro de 2012

Ciência X Religião: da União à Ruptura como Formação de Valores:
Tribos Urbanas como Sinais de Ruptura e Formadoras deValores

Pré- Projeto de Pesquisa apresentado como exigência parcial para obtenção de nota na disciplina Sociologia II do Curso de Relações Internacionais da Faculdade de Ciências Sociais ministrada pela Professora Doutora Carla Cristina Garcia.

São Paulo
2012

Sumário

Introdução................................................................................ 4Definições................................................................................. 5
União ....................................................................................... 6
Ruptura.................................................................................... 7
A religião ................................................................................. 8
A ciência................................................................................. 10
Convivência Atual.................................................................... 12
Conclusão................................................................................14
Bibliografia .............................................................................15

Introdução:

Com esse trabalho pretendemos demonstrar e explicar aseparação da ciência e da religião antes unidas em uma grande tribo até que foram separadas por lutas chegando a uma convivência quase harmoniosa. Pretendemos esclarecer a ruptura que houve entre ciência e religião, que antes na idade clássica eram unidas com o propósito de mitos. Para que houvesse essa ruptura aconteceram lutas que transformaram a idéia de mito em duas vertentes opostas: a idéiade racionalidade e de não racionalidade.
O objetivo principal é que após a apresentação consigamos responder a questão, como as tribos Urbanas contribuem para a humanização da sociedade contemporânea?
Este trabalho se baseia sobre a descrição do período compreendido entre a Idade Clássica e o século XX. Ressaltando os aspectos da relação entre a Ciência e a Religião que influenciaram a produçãocientífica e o desenvolvimento social e acarretaram nas diferentes construções de valores ao longo da história.


Definições:
* Tribos:

1. Consiste de uma formação social antes do desenvolvimento de, ou fora de estados;
2. Sociedade humana rudimentarmente organizada;
3. Cada uma das divisões de um povo, em certas nações antigas;
4. Conjunto de famílias queprovêm de um tronco comum, sob a autoridade de um chefe;
5. Conjunto de clãs;
6. Conjunto dos descendentes de cada um dos doze patriarcas, entre os Judeus;
7. BIOLOGICA: categoria sistemática (grupo) correspondente, para muitos autores, à subfamília.

* Tribos Urbanas:

1. Subculturas;
2. Micro grupos que têm como objetivo principal estabelecer redes de amigos com base eminteresses comuns;
3. Conformidade de pensamentos, hábitos e maneiras de se vestir em uma sociedade.

Inicio: União:

Na Grécia Antiga, os mitos eram formas de explicação de mundo. Entendia-se por mito qualquer tipo de explicação, sendo ela racional ou não, para algo que fosse aparentemente inexplicável. Os mitos eram aplicados de forma geral no cotidiano do povo, sendo assim uma crençaconstituída de razão e não razão.

O mito era atribuído como forma de respostas para aquelas perguntas que não poderiam ser respondidas de forma racional.
Como exemplo as duvidas que haviam sobre a agricultura, a poesia, a medicina e a cosmologia de mundo.

Na agricultura a grande questão era como uma planta poderia morrer e deixar sementes que sendo cuidadas daria em outra planta...
tracking img