Treinamento de velocidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5338 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Treinamento da Velocidade:


Uma importante capacidade biomotora requerida nos desportos é a velocidade ou a capacidade de se transportar ou se mover rapidamente. Mecanicamente, a velocidade é demonstrada por meio da relação entre espaço e tempo. O termo velocidade incorpora três elementos: tempo de reação, frequência de movimento por unidade de tempo e velocidade de transposição de umadeterminada distância.
A correlação entre esses três fatores mensura o desempenho de um exercício que requer velocidade. Portanto, em velocidade, o resultado depende da reação do atleta na largada, a velocidade do corpo ao percorrer determinada distância (força de propulsão) e sua frequência da passada.
A velocidade é uma capacidade determinante em muitos desportos como os eventos de velocidade, oboxe, a esgrima, os desportos coletivos e outros. Para desportos nos quais não é um fator determinante, a inclusão de atividades de velocidade no treinamento aperfeiçoa o treinamento de alta intensidade. Consequentemente, o treinamento de velocidade representa uma grande preocupação para quase todos os desportos.
Ozolin (1971) afirma que há dois tipos de velocidade: a geral e a especifica. Avelocidade geral é a capacidade de desempenhar qualquer tipo de movimento (reação motora) de maneira rápida. Tanto a preparação física geral quanto à especifica melhoram a velocidade geral. A velocidade especifica, por outro lado, refere-se à capacidade de desempenhar um exercício ou tarefa em uma dada velocidade, que é usualmente alta. Os atletas desenvolvem uma velocidade especial, especifica paracada desporto, por meio de métodos específicos. Qualquer que seja o tipo de velocidade procurada, não se pode esperar uma transferência positiva, a menos que a estrutura do movimento, tanto cinemática quanto dinâmica, seja similar ao padrão da tarefa.
Um corredor não alcança a velocidade máxima instantaneamente, só o faz depois de acelerar no mínimo 30 metros. O gráfico de velocidade(representação gráfica de velocidade sobre determinada distancia) mostra que atletas alcançam a velocidade máxima depois da marca dos 40 metros, ou 5 segundos depois da largada (Zatzyorski, 1980), e podem mantê-la firmemente por até 80 metros. Desse ponto em diante, ela flutua devido a fadiga do SNC e amostra de inibição (Harre, 1982). Os atletas obtém melhores resultados somente por meio do desenvolvimentoda potencia, da resistência de velocidade e da resistência de potência.

Fatores que afetam a Velocidade:

Muitos elementos influenciam o desenvolvimento da velocidade. São fatores especiais que incluem hereditariedade, tempo de reação, capacidade do atleta para superar a resistência externa, técnica, concentração e força de vontade, além da elasticidade muscular.

Hereditariedade:Comparada com a força e a resistência, nas quais os atletas podem atingir melhorias espetaculares depois de um treinamento adequado sem possuir talentos extraordinários, a velocidade é determinada pela hereditariedade e requer talento natural. Além disso, a mobilidade dos processos nervosos, a alternância rápida entre excitação e inibição e a capacidade de regular o padrão de coordenação neuromuscularpodem levar a uma alta frequência motora. A intensidade e a frequência dos impulsos nervosos representam fatores determinantes no alcance de alta velocidade.
A propriedade do músculo esquelético representa um fator limitante no potencial de velocidade (Dintiman 1971). Isso reflete a diferença em composição e proporção de fibras de contração lenta (fibras vermelhas) e fibras de contração rápida(fibras brancas), que contem uma quantidade muito baixa de pigmentos avermelhados e aparentam ser claros. As fibras musculares brancas contraem-se mais rapidamente do que as vermelhas, o que é uma vantagem para um corredor de velocidade. De acordo com de Vries (1980), a capacidade de velocidade máxima é limitada pela velocidade intrínseca do tecido muscular, sugerindo que a hereditariedade...
tracking img