Treinamento da cipa - aids

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2278 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
- Importância do tema (HIV/aids) para o mundo do trabalho; - AIDS - Síndrome da Imunodeficiência Adquirida ; - Sistema Imunológico; - Como se transmite a virus; - O HIV e a vida sexual; - Meios e formas de prevenção;

Qual a importância desse tema (HIV/aids) no mundo do trabalho?
O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) na portaria n° 3.195 de 10 de agosto de 1988 diz no seu Art. 1°: Ficainstituída em âmbito nacional a CAMPANHA INTERNA DE PREVENÇÃO DA AIDS – “CIPAS”, com a finalidade de divulgar conhecimentos e estimular no interior das empresas e em todos os locais de trabalho a adoção das medidas preventivas contra a Síndrome de Imunodeficiência Adquirida, mais conhecida por AIDS/SIDA.

Por que essa determinação do MTE?
A Organização Internacional do Trabalho (OIT) observou queo HIV/aids tem um sério impacto na sociedade e nas economias; no mundo do trabalho, tanto em setores formais como informais; nos trabalhadores, suas famílias e dependentes; nas organizações de empregadores e de trabalhadores e nas empresas públicas e privadas, além de comprometer a realização de um trabalho digno e o desenvolvimento sustentável, devido a discriminação, a estigmatização e a ameaçade perda de emprego sofridas por pessoas afetadas pelo HIV/aids. Só para se ter uma idéia, hoje, estima-se que aproximadamente 600 mil pessoas vivem com HIV e aids no Brasil. A maior parte da população infectada pelo HIV está em idade laboral, por isso a importância de se debater este tema, que nada mais é a aplicação da Recomendação de n 200 da OIT.

HIV é a sigla em inglês do vírus daimunodeficiência humana, responsável pela aids.
AIDS é o estágio mais avançado da doença que ataca o sistema imunológico. A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, como também é chamada. Na Biologia – O HIV é um retrovírus, classificado na família Lentvirus (Lent- vem do latim lento), indicando que entre a infecção e a manifestação, podem decorrer vários anos.

O HIV é o causador da aids, é ela queataca o sistema imunológico responsável pela defesa do nosso organismo contra doenças. As células mais atingidas são os linfócitos T4 - glóbulos brancos. Esse retrovírus ao invés de ter DNA possui RNA, ou seja, no seu processo de infecção da célula hospedeira, ele transforma o seu RNA em DNA , alterando o DNA dessa célula e fazendo cópias de si mesmo. Depois de se multiplicar, rompe os linfócitosem busca de outros para continuar a infecção.

O que ocorre quando o HIV entra no organismo? Ao penetrar no corpo humano, logo nas primeiras semanas de infecção, o HIV aloja-se nos nódulos linfáticos, que se tornam reservatórios do vírus - 98% das células de defesa ficam nesses nódulos e não no sangue: o intestino também é um grande reservatório dessas células. Nos nódulos linfáticosencontram-se, no mínimo, 10 vezes mais HIV do que no sangue. Nestes nódulos, o HIV pode ficar “inativo” durante muito tempo.

O que ocorre após a infecção pelo HIV?
a) A pessoa que é infectada pelo vírus HIV é chamada de portador de HIV ou soropositiva. Quando adquire o vírus, ele vai se multiplicando e pode chegar a milhões

b) Enquanto os vírus aumentam a sua quantidade, eles vão atacando edestruindo o sistema de defesas do corpo da pessoa (células T4). Isso normalmente demora alguns anos.

C) Quando o corpo fica com poucas defesas, ou seja, fica debilitado, eles rompem os linfócitos em busca de outros para continuar a infecção, começando assim o surgimento dos sintomas da aids.

O nosso organismo é protegido dos vírus e de outros agentes invasores, como micróbios, bactérias e fungos,pelo sistema imunológico (defensor do corpo) Existem três componentes básicos do sistema imunológico: → as células do sangue; → o sistema linfático, constituído de gânglios espalhados pelo corpo; → a medula, que tem como uma das principais funções, produzir as células de defesa.

Ter o HIV não é a mesma coisa que ter a aids. Há muitos soropositivos que vivem anos sem apresentar sintomas e sem...
tracking img