Trbalhos academicos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1215 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIAS
UNIDADE DE ITABERAI
CURSO DE PEDAGOGIA





MICHELLE GOMES LOPES
SAMARA SANTOS TAVARES




SEXUALIDADE: Concepções de orientação sexual na escola









ITABERAÍ
2011

MICHELLE GOMES LOPES
SAMARA SANTOS TAVARES





SEXUALIDADE: Concepções de orientação sexual na escola

Projeto de Pesquisa elaborado para fins de avaliaçãoparcial da Disciplina Metodologia do Trabalho Científico, do curso de Pedagogia, da Universidade Estadual de Goiás-UnU Itaberaí. Orientador: Prof. Ms. Raimundo Márcio Mota de Castro.










.

ITABERAÍ
2011
SUMÁRIO
1. INTRODUÇÃO..................................................................................................4
2.OBJETIVOS......................................................................................................5
3. JUSTIFICATIVA................................................................................................6
4. REVISÃO TEÓRICA.........................................................................................7
5. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS.........................................................8
6.CRONOGRAMA...............................................................................................9
7. PLANO PROVISÓRIO DA MONOGRAFIA.....................................................10
REFERÊNCIAS....................................................................................................11
ANEXO A – Amostragem na PesquisaQualitativa..............................................12















1 INTRODUÇAO

A sexualidade esta relacionada a sentimentos, emoções, ao prazer, sensações, ou seja, esta ligada a própria vida. Esse tema que envolve diversas dimensões humanas, muitas vezes e difícil de ser tratado pois e permeado de duvidas, preconceitos, estereótipos e tabus.
A partir desse fatos, a sexualidade vem sendo considerada um importante objetode estudo , nos últimos tempos, como subsídio, também, da ação pedagógica, na tentativa de diminuir a falta de informação e a ignorância relacionados a problemas sociais e de saúde publica envolvendo intolerância e violência entre gêneros, principalmente aqueles que são historicamente subjugados, tais como: gravidez precoce, abortos, doenças sexualmente transmissíveis e AIDS.

Por isso, faz-senecessário explicitar o que se entende por sexualidade, assim como distintas concepções que se colocam como pressuposto teórico para a educação sexual.


Neste sentido, a sexualidade não se reduz à união dos órgãos genitais e tampouco pode ser confundida com o ato sexual reprodutivo, pois este tanto pode estar inserido num relacionamento afetivo quanto indiferente a qualquer ligação amorosa. Ouseja, uma união sexual genital pode acontecer por atração, desejo, prazer, como pode ser uma manifestação de poder, violência-prazer e opressão de uma ou mais pessoas sobre outrem.
A sexualidade se constitui numa elaboração histórica e cultural, que se explica e se compreende no contexto e nas relações nas quais se produzem.
Partindo desse pressuposto, a educação sexual implica em conhecimentoda história do homem envolto da e na cultura, ou seja, em suas relações materiais concretas constituídas de todos os aspectos que lhe humanizam (afeto, emoção, prazer, razão, solidariedade, etc.), e que o diferencia de outros animais.
(...) sexualidade e educação sexual com vistas à transformação passa primeiro pela compreensão da nossa pessoa, como sujeito histórico e sexuado, entre outrasinúmeras dimensões que somos(...) Educar o outro é fundar a ação pedagógica na reflexão acerca da própria educação(...). A transformação mais global se iniciará com o gesto, a palavra, a alegria, o afeto, a solidariedade e com o conhecimento científico(...). (Cabral: 1995, p.153)
Somos seres em construção, inacabados, portanto educáveis. Educáveis no sentido do vir-a-ser, do que ainda não é,...
tracking img