Trauma abdominal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1515 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Lesões abdominais não-reconhecidas são uma das principais causas de morte nos pacientes traumatizados, devido à dificuldade de diagnóstico correto. A morte pode ocorrer por perda intensa de sangue tanto em decorrência de ferimentos penetrantes quanto de trauma fechado. A ausência de sinais e sintomas não afasta a possibilidade de trauma abdominal, principalmente no paciente cujonível de consciência se encontra alterado por álcool, drogas ou lesão cerebral traumática (ATLS, 1997).

ANATOMIA

O abdome contém os principais órgãos dos sistemas digestivo, endócrino e urogenital e os principais vasos do sistema circulatório. Está localizado abaixo do diafragma, sendo seus limites a parede anterior do abdome, os ossos da bacia, a coluna vertebral e os músculos do abdome e dosflancos. A cavidade peritoneal (“verdadeira”) contém o baço, fígado, vesícula biliar, estômago, maior parte do intestino delgado – jejuno e íleo- e os órgãos do sistema reprodutor feminino – útero e ovários. O espaço retroperitoneal (“virtual, atrás da verdadeira”) contém os rins, os ureteres, a veia cava inferior, a aorta abdominal, o pâncreas, grande parte do duodeno, os cólons ascendente edescendente e o reto. A bexiga e os órgãos do sistema reprodutor masculino localizam-se inferiormente à cavidade peritoneal (PHTLS, 2007).
A parte superior do abdome é protegida anteriormente pelas costelas e posteriormente pela coluna vertebral. Essa região contém o fígado, a vesícula biliar, o baço, o estômago e o diafragma. Os órgãos mais frequentemente lesados quando há fraturas de costelas são obaço e o fígado (ATLS, 1997).

FISIOPATOLOGIA

Os órgãos abdominais são divididos em ocos, sólidos e vasculares. Quando os órgãos sólidos e vasculares (fígado, baço, aorta e cava) são lesados, estes sangram, enquanto os órgãos ocos (intestino, vesícula biliar e bexiga) derramam seu conteúdo dentro da cavidade peritoneal ou no espaço retroperitoneal. A perda de sangue para dentro as cavidadeabdominal, independente de sua origem, pode contribuir ou ser a causa primária de um choque hipovolêmico. A liberação de ácidos, enzimas digestivas ou bactérias do trato gastrointestinal para dentro da cavidade peritoneal resulta em peritonite (inflamação do peritônio) e sépsis (infecção generalizada) quando não prontamente tratada por intervenção cirúrgica (PHTLS, 2007).
As lesões abdominaispodem ser causadas por ferimentos penetrantes ou por trauma fechado. Os ferimentos penetrantes são causados por arma de fogo, ou arma branca e são mais evidentes que os decorrentes de trauma fechado. Este trauma resulta de compressão ou de forças de cisalhamento. Na primeira, os órgãos abdominais são comprimidos entre objetos sólidos, como por exemplo, o volante e a coluna vertebral. A força decisalhamento rompe os órgãos sólidos ou vasos sanguíneos na cavidade abdominal, devido à tração exercida sobre os ligamentos de fixação. O conteúdo intra-abdominal forçado para dentro da cavidade torácica pode comprometer a expansão pulmonar e afetar as funções respiratória e cardíaca (ATLS, 1997; PHTLS, 2007).

AVALIAÇÃO

A avaliação do trauma abdominal pode ser muito difícil, principalmente comos recursos diagnósticos limitados próprios do ambiente pré-hospitalar. O índice de suspeita de lesão deve ser baseado em muitas fontes de informação, essas incluem: a biomecânica do trauma, achados do exame físico, além de informações do paciente e testemunhas da ocorrência (PHTLS, 2007).
São sinais de trauma abdominal:
- Mecanismo de lesão compatível com desaceleração rápida ou forças decompressão significativas;
- Volante entortado;
- Lesões de partes moles no abdome, flanco ou dorso;
- Choque sem etiologia evidente;
- Nível de choque maior do que o explicado por outras lesões;
- “Sinal do cinto de segurança”;
- Sinais peritoneais
São sintomas do trauma abdominal:
- Dor média ou forte intensidade, localizada na região abdominal, porém sem um local predeterminado.
-...
tracking img