Tratamento industrial de sementes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2788 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO AGRÍCOLA SUPERIOR – ABEAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS – UFPEL





















TRATAMENTO QUÍMICO INDUSTRIAL DE SEMENTES DE SOJA









JOSÉ ROBERTO DOS SANTOS JÚNIOR





2011

PELOTAS-RS

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO AGRÍCOLA SUPERIOR – ABEAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS – UFPELTRATAMENTO INDUSTRIAL DE SEMENTES DE SOJA



JOSÉ ROBERTO DOS SANTOS JÚNIOR





Monografia apresentada à Universidade Federal de Pelotas e Associação Brasileira de Educação Agrícola Superior, como parte dos requisitos para obtenção do Título de Especialista em Ciência e tecnologia de Sementes, sob a orientação da Prof.Dr. Orlando Antonio Lucca Filho.







2011

PELOTAS-RS

SUMÁRIO



INTRODUÇÃO 4
1. SOJA 5
2. TRATAMENTO 8
2.1 TRATAMENTO QUIMICO DE SOJA 9
2.3 TRATAMENTO INDUSTRIAL DE SEMENTES DE SOJA (TSI) 10
3 CONSIDERAÇÔES 12
REFERÊNCIA 13


































INTRODUÇÃO





Tratamento de sementes, tem sentido amplo onde sepode definir como a aplicação de processos e substâncias que mantem ou aguça o desempenho das sementes, dando condição a cultura de demonstrar todo seu potencial genético. (MENTEN e HELOISA, 2010)

O tratamento de sementes inclui a aplicação de defensivos (fungicida, inseticida), produtos biológicos, inoculantes, estimulantes, micronutrientes ou a submissão de tratamentos térmicos ou outrosprocessos físicos. É utilizado como ferramenta de proteção tanto em campo como no armazenamento.

No Brasil, praticamente 100% das sementes de soja são tratadas com fungicidas, 30% com inseticidas e 50% com micronutrientes com objetivo de proteger o estabelecimento no campo ou até mesmo seu desenvolvimento vegetativo (Cristina, 2010). É importante levar em consideração as questõesambientais e toxicológicas dos químicos utilizados no tratamento de sementes, garantindo ao agricultor comodidade e eficiência.

O trabalho tem por objetivo levantar a importância do revestimento químico no tratamento industrial de sementes de soja com foco em Santa Helena de Goiás.























1. SOJA





A soja (Glycine max L.) é uma cultura declima tropical, cuja produção está concentrada nos Estados Unidos e no Brasil, devido aos fatores climáticos que favorecem ao seu cultivo. No Brasil, a soja é a cultura com maior área cultivada, estando em crescimento nas regiões Centro-Oeste e Norte do país (FAGAN, 2007). Segundo dados da Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB, 2010), deverão ser cultivados cerca de 23 milhões de hectares desoja na safra 2009/2010, com estimativas de uma produção de 67,5 milhões de toneladas.

A cultura passou a ter importância econômica no Brasil a partir da década de 1970, iniciando a produção nas regiões Sul e Sudeste (São Paulo) e se expandindo para o Centro - Oeste, Norte e Nordeste do país nas últimas três décadas. Na Região Sul e em São Paulo a produção passou de 1,5 milhões detoneladas em 1970 para 21 milhões de toneladas em 2003, enquanto que nas regiões Centro – Oeste, Norte e Nordeste a produção passou de 2,2 milhões de toneladas em 1980 para 33 milhões de toneladas em 2003 (MOURAD, 2008).

A importância da soja vem sendo salientada como alternativa na prevenção de doenças e na alimentação humana, podendo ser transformada em diversos alimentos protéicos comofarinha, leite, proteína texturizada e creme, além de muito útil nas indústrias na forma de biodiesel, tintas, vernizes, entre outros (RIZZATTE e PAIOLA, 2010). De acordo com a Associação das Indústrias de Óleos Vegetais (ABIOVE, 2010) e Agrianual (2009), o Brasil foi o segundo maior produtor mundial de soja, com produção de 58 milhões de toneladas na safra 2006/2007, o equivalente a 25% da safra...
tracking img